A importância do networking para a sua carreira

A importância do networking para a sua carreira

O conceito do networking tem se tornado cada vez mais popular, principalmente no meio profissional. A prática traz diversos benefícios e vantagens para quem busca se destacar no mercado e ser reconhecido.

Com os avanços tecnológicos e o uso das redes sociais cada vez mais presentes no meio corporativo, esse processo ficou ainda mais fácil, possibilitando conhecer pessoas de todas as partes do mundo com apenas alguns cliques.

O que é Networking? Para que serve?

O networking é uma rede de contatos comumente relacionada ao âmbito profissional. Trata-se da construção de amizades sólidas, capazes de aumentar as chances de encontrar novas oportunidades no mercado de trabalho, fortalecer relações comerciais e ganhar novas experiências a partir desse relacionamento.

Ao desenvolver um projeto, por exemplo, é interessante ter uma base de contatos confiáveis de outros segmentos que possam auxiliar em seu processo.

Por isso, é extremamente importante para o profissional de Recursos Humanos ter uma boa rede de contatos, possibilitando a criação de parcerias entre empresas e facilitando os processos de recrutamento e seleção. Isso auxilia no processo de busca por candidatos qualificados através da rede de relacionamentos.

Qual a importância do networking para a sua carreira? Veja 5 benefícios

O networking traz diversas vantagens e benefícios, tanto para a carreira de um profissional de RH quanto para sua empresa. Confira:

1. Oportunidade de crescimento

Ter bons contatos profissionais pode aumentar suas oportunidades de crescimento em sua área de atuação. Dessa forma, você aumenta as chances de receber novas propostas à medida que conquista seu lugar de autoridade no mercado.

Além disso, é possível crescer dentro de sua empresa atual por meio de um networking local com seus colegas de trabalho.

2. Mais motivação e Inspiração

Construir um relacionamento sólido e poder acompanhar pessoas se desenvolvendo pode ser muito motivador e inspirador. Te leva a aprender coisas novas através do processo dos outros profissionais, conhecendo suas experiências e histórias de superação, e vendo pessoas trabalhando com paixão.

Assim, você encontra os melhores caminhos e escolhas para seguir e desenvolver a sua carreira.

3. Indicações

Um dos principais benefícios que o networking pode oferecer é a recomendação do seu trabalho por outros profissionais que conhecem suas competências e estão dispostos a te indicar sempre que possível.

Dependendo da indicação, é possível conseguir uma nova proposta, podendo encontrar melhores oportunidades para sua carreira.

Como profissionais de recursos humanos, sabemos que, muitas vezes, é mais interessante preencher uma vaga com um candidato que já conhecemos do que passar por todo o processo de R&S.

Por isso, ao fazer algum contato, pense em quem pode ser influente e pode contribuir de alguma forma para a sua carreira.

4. Autoridade

O networking pode gerar autoridade e te colocar em um lugar de maior evidência. Você consegue passar a ser visto como uma referência no mercado. Isso acontece porque mais pessoas conhecem seu trabalho e compartilham isso com outras.

Portanto, busque zelar por sua imagem e por seus resultados. Dessa forma, será mais fácil se destacar no mercado profissional.

5. Novos projetos

Ao manter o contato próximo com outros profissionais, você pode começar a ser convidado a fazer parte de novos projetos e fechar parcerias. Pode ser convidado para gravar um podcast, dar uma palestra, workshop ou até realizar uma mentoria. Ou seja, você consegue alcançar mais pessoas e ganhar ainda mais notoriedade.

Como fazer Networking?

É comum encontrar pessoas inseguras ao se relacionar com outros profissionais e, por isso, elas têm dificuldade para criar um relacionamento verdadeiro. Porém, o networking pode ser algo libertador, te levando para um novo nível em sua carreira. Confira abaixo todos os passos para fazer um bom networking:

Usufrua das redes sociais

As redes sociais são ótimas aliadas do networking. Plataformas como o LinkedIn, Instagram, Facebook e Twitter são as mais indicadas para fazer contatos profissionais e divulgar seus trabalhos e parcerias.

Para utilizar as redes da melhor forma e criar conexões com outros profissionais, é necessário interagir com a conta e as postagens da pessoa que faz parte da sua rede de contatos, prestigiando seus trabalhos e apoiando seus conteúdos.

Por isso, como RH, é extremamente importante não só fazer parte dessas redes sociais (pensando apenas em seus conteúdos), mas realmente ser ativo por lá de forma estratégica.

Seja lembrado

É importante buscar ser lembrado! Não busque apenas conhecer pessoas, e procurá-las por interesse, mas mantenha o contato para criar uma conexão de verdade. Atualmente, com o avanço da tecnologia, isso ficou bem mais fácil. É possível utilizar as redes sociais, e-mail e os aplicativos de mensagem.

Porém, busque marcar encontros presenciais sempre que possível, pois isso pode ajudar a desenvolver relacionamentos mais sólidos e uma conexão verdadeira.

Além disso, é válido participar de eventos corporativos para fazer networking de qualidade.

Para uma boa abordagem, procure um momento propício para uma conversa tranquila, talvez aproveitar as pausas da programação ou a entrada e saída dos eventos. São as melhores opções!

Caso perceba que a pessoa não está interessada na conversa, não insista. Além disso, busque ser quem ajuda o outro e demonstra preocupação, sendo alguém disponível e prestativo. Faça isso de forma natural, sem pedir nada em troca ou com segundas intenções. A pessoa lembrará de você, te convidando para novos eventos e te indicando para outras oportunidades. 

Ou seja, frequente eventos, seja prestativo, agradável, receptivo, ouça as pessoas com atenção e demonstre interesse por elas. Tudo isso irá gerar frutos na sua carreira.

Seja você mesmo

Para fazer um bom networking e criar conexões verdadeiras, não tem mistério, basta ser você mesmo! As dicas existem para tornar o processo mais efetivo, porém, a base de todas elas deve ser a sua essência. Essa é a principal coisa que você tem para oferecer.

Por isso, não importa sua personalidade, se é uma pessoa reservada ou extrovertida, mas seja sincero e se abra, fazendo conexões e se relacionando sempre dentro do que faz sentido para você.

Mantenha contato

O objetivo de fazer networking é que você seja visto e lembrado pelas pessoas. Normalmente, as pessoas dão preferência àquilo que conhecem e confiam. Isso é natural no ser humano.

Portanto, é importante manter o contato com todos para conquistar um lugar de reconhecimento como profissional, onde as pessoas possam conhecer suas competências e seu trabalho. 

Dessa forma, você ganha maior autoridade no mercado, e confiança dos seus colegas e contatos que surgirem.

Crie conexões verdadeiras

Por fim, para fazer um networking de sucesso, é necessário que sua principal intenção seja construir conexões verdadeiras e nunca fazer contatos com segundas intenções.

Para que um relacionamento seja duradouro, é preciso que aconteça por uma via de mão dupla, não buscando benefício próprio, mas sim criando uma rede saudável de contatos, onde poderá, junto com outros colegas, crescer de forma mútua e alcançar o sucesso.

Gostou deste artigo? Para mais conteúdos como esse, clique aqui e acesse o blog da JobConvo.

Sobre o autor

JobConvo

A JobConvo foi desenvolvida para crescer com a sua empresa – fornecendo os recursos e a flexibilidade de que você precisa em cada estágio. Se a sua empresa possui 1 ou 10.000 funcionários, pode contar conosco. Atualmente nossas soluções abrangem plataforma de Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção e admissão digital, onde você pode gerir todo o processo com um sistema com inteligência artificial.

Newsletter BR

Pesquisa Vagas

Vagas Tech

PodCast

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais