Aprenda como escrever um Job Description (Descrição de Cargo/Vaga)

Aprenda como escrever um Job Description (Descrição de Cargo/Vaga)

Elaborar uma descrição de cargo/vaga bem feita é extremamente importante para atrair os candidatos mais qualificados para o seu negócio. Afinal, ter uma boa descrição faz suas vagas se destacarem das demais. Continue a leitura para aprender a como escrever uma descrição de cargo e vaga!

O que é uma descrição de cargo/vaga?

A descrição de cargo/vaga é uma ferramenta responsável por explicar de forma simples as tarefas, deveres, funções e outras atribuições de um cargo. Ela detalha quem deve executar determinado tipo de trabalho, como as atividades precisam ser concluídas, a frequência e a finalidade do trabalho no que se refere à missão e as metas da empresa.

Além disso, as descrições de cargos são utilizadas para determinar os níveis salariais, conduzir avaliações de desempenho, esclarecer missões, estabelecer títulos, criar controles de acomodação ​​e como ferramenta de recrutamento, assim como fornecer ao funcionário um recurso para ser usado como um guia para o desempenho no trabalho.

Da mesma forma, um supervisor pode utilizar a descrição de cargo para garantir que o colaborador esteja atendendo às expectativas da vaga. 

Como escrever uma descrição de cargo?

Confira abaixo 6 etapas que irão te ajudar a escrever uma descrição de cargo:

Etapa 1: realizar uma análise de trabalho

O processo de analisar os dados sobre as tarefas exercidas no ambiente de trabalho fornecerá informações precisas para que uma organização possa elevar seu nível de eficiência.

A análise de trabalho inclui as seguintes etapas:

  • Entrevistar os colaboradores para descobrir quais tarefas estão sendo executadas;
  • Observar como as tarefas são executadas;
  • Fazer com que os profissionais preencham os questionários ou planilhas;
  • Coletar dados sobre empresas de outros segmentos, como pesquisas salariais e o Manual de Perspectivas Ocupacionais.

Os resultados devem ser documentados e revisados ​​pelo colaborador que ocupa atualmente o cargo e seu supervisor, para que qualquer alteração em relação ao conhecimento, competências, características físicas, fatores ambientais e credenciais/experiência do cargo, seja atualizada.

Etapa 2: estabeleça as funções essenciais

Uma vez  que o padrão de desempenho é estabelecido em um determinado trabalho, as funções essenciais do cargo devem ser definidas. Esse processo engloba os seguintes passos:

  • Se certificar de que as tarefas exigidas são realmente necessárias para a função ou um requisito para realizar o trabalho;
  • Determinar a frequência com que a tarefa será executada e quanto tempo é gasto em sua execução;
  • Determinar as consequências de não desempenhar a função e se isso é prejudicial à operação do colaborador ou a empresa;
  • Determinar se as tarefas podem ser redesenhadas ou executadas de outra maneira;
  • Determinar se as tarefas podem ser atribuídas para outro colaborador.

O uso do termo “função essencial” deve fazer parte da descrição do trabalho e indicar explicitamente como o colaborador deve realizar o trabalho. Isso servirá como orientação futura sobre suas atividades.

Etapa 3: organize os dados de forma objetiva

A estrutura das descrições do cargo/vaga devem ser padronizadas para que tenham a mesma aparência.

Os seguintes tópicos devem ser incluídos:

  • Cargo;
  • Classificação;
  • Demandas físicas;
  • Funções essenciais;
  • Grau, nível, família, faixa salarial;
  • Formação e experiência exigidas;
  • Responsabilidades de supervisão;
  • Formação e experiência preferenciais;
  • Resumo dos objetivos gerais do trabalho;
  • Competência, conhecimento e habilidades;
  • Título do cargo ao qual este trabalho se reporta;
  • Data em que a descrição do trabalho foi desenvolvida;
  • Porcentagem do tempo de viagem esperado para o cargo;
  • Ambiente de trabalho, temperatura, nível de ruído, dentro ou fora;
  • Tipo de cargo e horas de trabalho esperadas, turnos e horas extras;
  • Qualificações de elegibilidade adicionais, certificações, experiência específica do setor e experiência de trabalho com determinados equipamentos.

Etapa 4: adicionar a isenção de responsabilidade

É importante adicionar uma declaração que indique que a descrição do trabalho não foi projetada para cobrir ou conter uma lista abrangente de atividades, deveres ou responsabilidades que são exigidas do colaborador. As exigências podem mudar e novas responsabilidades podem ser atribuídas a qualquer momento com ou sem aviso prévio.

Etapa 5: adicione as linhas de assinatura

As assinaturas são uma parte importante da validação da descrição do trabalho. Eles mostram que a descrição do cargo foi aprovada e que o profissional concorda com os requisitos, funções essenciais e deveres do cargo. As assinaturas devem incluir as do supervisor e do colaborador.

Etapa 6: finalizar

Deve ser feito um rascunho da descrição do cargo/vaga e apresentado à alta administração e ao supervisor do cargo para revisão e aprovação. Isso permite que seja feita uma revisão, adição ou subtração de qualquer detalhe ou informação antes que a descrição final seja aprovada.

A estrutura de uma descrição de vaga atrativa

Para elaborar uma descrição de vaga atrativa, é necessário se atentar a alguns detalhes, como:

Título da vaga

Especifique suas vagas! Quanto mais um cargo for direcionado, mais eficaz será sua descrição e menos genérica. Inclua frases-chave que descrevam de forma precisa e objetiva a função já no título da vaga.

Evite o uso de linguagem interna que pode confundir o candidato e atrapalhar seu entendimento. Além disso, atenha-se aos níveis de experiência padrão como “Sênior” e “Júnior”,  evitando outros termos menos pesquisados por profissionais.

A linguagem da descrição da vaga deve ser o mais abrangente possível, por isso, revise e troque qualquer palavreado que possa ser excludente a algum grupo de pessoas.

Resumo da função

Para iniciar a descrição do cargo/vaga, faça um resumo da função que chame atenção, forneça uma visão geral da empresa e as expectativas para a posição anunciada. Conecte o candidato com detalhes sobre o que torna sua empresa única, afinal, a descrição também é importante para que os profissionais tenham uma breve introdução à sua empresa e marca empregadora

Deveres e responsabilidades

Outro ponto importante é descrever as principais responsabilidades do cargo de forma detalhada, mas objetiva, enfatizando os deveres que podem ser exclusivos da sua organização, garantindo que os candidatos entendam os requisitos e possam determinar se estão qualificados.

Destaque as funções que compõem a rotina de trabalho. Isso ajudará os candidatos a entenderem o ambiente de trabalho e as atividades a que serão expostos diariamente. Esse nível de detalhe ajudará você a atrair candidatos mais qualificados para sua posição.

Além disso, indique a quem a vaga é destinada e como o colaborador será útil dentro da organização, ajudando os profissionais a ver o quadro geral e entender como sua função afeta os negócios.

Competências e habilidades

Inclua uma lista de hard e soft skills. A descrição da vaga deve especificar formação acadêmica, experiência profissional anterior, certificações e habilidades técnicas necessárias para a função. Também podem ser incluídas habilidades sociais, como comunicação e resolução de problemas.

Porém, tente montar uma lista concisa com as competências que realmente são relevantes para o seu negócio, evitando dissuadir possíveis candidatos com exigências desnecessárias.

Salário e benefícios

Inclua a faixa salarial e os benefícios disponíveis. Os candidatos mais qualificados procuram por oportunidades que atendam às suas necessidades salariais e de carreira. Por isso, uma organização que adiciona a faixa salarial à descrição de seu cargo se destaca no mercado, além de atrair os candidatos mais adequados.

Agora que você sabe todos os passos para atrair candidatos com uma boa descrição de vaga, é hora de conferir o  passo a passo de divulgação delas!

Sobre o autor

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais