Propaganda

ATS: o que é e como usar no recrutamento e seleção? Veja!

ATS: o que é e como usar no recrutamento e seleção? Veja!
Propaganda

O desenvolvimento tecnológico tem grande impacto em diversos setores, sendo capaz de trazer mudanças significativas à vida das pessoas. Além de alterações peculiares, a tecnologia modificou, literalmente, a forma com que as empresas recrutam e selecionam os candidatos. O sistema ATS é a prova disso. 

Ele é um recurso utilizado pelo RH para recrutar times de alta performance. Afinal, ele irá contribuir para uma melhor captação dos talentos do mercado. Com a ajuda dessa tecnologia, a empresa poderá estruturar suas equipes de forma mais assertiva.

Solicite uma demonstração GRATUITA do software JobConvo, desfrute dos recursos ATS e otimize os processos do RH. Clique aqui!

Neste artigo, você irá descobrir qual o conceito dessa ferramenta de recursos humanos, sua importância, vantagens e como escolher a melhor diante das opções do mercado. Se você deseja transformar o R&S da sua empresa, é só continuar acompanhando a leitura!

O que é ATS?

ATS é a sigla para Applicant Tracking System (em português, “Sistema de Rastreamento de Candidatos”), um software de rastreamento de candidatos que fornece ferramentas de recrutamento e seleção para empresas.

Quando o candidato se aplica a uma vaga online de alguma empresa que usa o  ATS, o currículo não vai diretamente para o recrutador. O recrutador verá o currículo após ser otimizado por alguns algoritmos desse software. Por isso, o ATS vai além de um software comum. Ele foi criado para auxiliar os gestores no R&S, apresentando muitas funcionalidades, que são utilizadas em todas as etapas do processo, desde a atração até a admissão do novo colaborador.

Como funciona o ATS?

Com essa ferramenta, os filtros são mais estratégicos e pensados para automatizar cada uma dessas etapas, mas não deixando de identificar quais são os perfis de profissionais mais adequados para trabalhar na empresa.

Os recursos permitem a busca por um candidato específico, a criação de formulários, testes e perguntas, e outras funcionalidades que funcionam como uma pré-seleção e estruturam um ranking de currículos para que os gestores possam analisar com maior facilidade.

As plataformas ATS transformam tarefas, que antes eram repetitivas e manuais, em atividades rápidas e eficientes. Com isso, a possibilidade de falhas diminui e os gestores de RH podem ter tempo para atuar com novas ações estratégicas na empresa.

Para que serve sistema de rastreamento de candidatos?

Atualmente, muitas empresas lidam com altas taxas de turnover. Um dos fatores que faz com que isso ocorra são as contratações malsucedidas, em que o novo colaborador não consegue se adaptar às políticas e cultura da empresa. Por isso, é preciso utilizar a tecnologia para buscar soluções que irão melhorar este cenário. É aqui que o sistema de rastreamento de candidatos surge como uma estratégia para essa melhora.

Com a tecnologia do ATS, as empresas mantêm os processos seletivos mais organizados, eficientes e de melhor acesso. Ao utilizar esse tipo de ferramenta, os recrutadores e gerentes deixam de ficar com suas caixas de entrada lotadas sem que consigam realizar o acompanhamento de cada e-mail.

Essa grande demanda se dá por conta da facilidade de candidatura em empregos por meio de sites online. Diversos candidatos tentam se candidatar a funções às quais não são qualificados. Com o ATS, a ferramenta já faz um filtro automático desses candidatos/currículos para os recrutadores saberem quais são os currículos que devem ver, diminuindo o tempo que é gasto ao olharem perfis que não se encaixam na vaga. 

Sempre lembre que o capital humano é o ativo que mais possui valor dentro de uma organização. Portanto, é fundamental buscar novas tecnologias e ferramentas para se adaptar rapidamente aos avanços do mercado, que está em constante transformação.

Como usar ATS no recrutamento e seleção?

Como acabamos de abordar, o ATS é o sistema de rastreamento de candidatos. Esse tipo de tecnologia vem sendo cada vez mais utilizada, desde o momento de abertura de vagas até o ato de contratação. Ele auxilia a triagem de currículos, entregando os candidatos mais qualificados de uma vaga e suas informações de modo rápido.

Muitas pessoas podem confundir o ATS com CRM. No entanto, o seu foco é no recurso de busca de candidatos. O software é capaz de rastrear de onde o candidato se aplica, coletar informações e fazer a divulgação das vagas em diferentes canais e portais de emprego. 

Os recrutadores utilizam palavras-chave para encontrar as informações mais importantes nos currículos dos aplicantes. Os currículos são então rastreados rapidamente e o sistema entrega aqueles que fazem mais sentido para os filtros colocados para a busca. 

A implementação de um ATS no recrutamento e seleção de uma empresa reduz custos desnecessários, tempo dos processos seletivos, e as faltas de recursos.

Recursos de um sistema de rastreamento de candidatos

Um sistema de rastreamento de candidatos possui uma série de recursos que podem ser utilizados. Pensando nisso, separamos 5 que são de grande importância. Confira abaixo:

1. Seleção curricular

Com a capacidade de extrair informações, analisar e cruzar os dados entre empresas, vagas e currículos recebidos, a inteligência de ranqueamento garante que os candidatos com maior nível potencial estejam sempre em destaque no processo seletivo. Isso irá otimizar o tempo que o RH precisa para olhar todos os currículos.

2. Entrevistas em vídeo

A possibilidade de fazer entrevistas por meio vídeo conferência ou entrevistas em vídeos gravados são recursos importantes em um ATS. Através de vídeos gravados, o recrutador faz uma entrevista com até 10 perguntas estruturadas, onde o candidato deve responder em formato de vídeo. O recrutador pode compartilhar as respostas com seus outros colegas. Além disso, esses vídeos podem ficar salvos para que os gestores analisem e comparem com outros candidatos sempre que for necessário.

3. Aplicativos

Outro recurso de grande valia é a possibilidade dos candidatos participarem dos processos seletivos pelo celular, inclusive as funções de vídeo, através do uso de um aplicativo. Isso torna todo o processo mais otimizado e eficiente. Os profissionais também podem enviar documentos e preencher formulários com facilidade e agilidade, em apenas alguns cliques. 

4. Admissão online

O processo de contratação de profissionais é feito de maneira online, através da entrega de documentos por foto e assinatura digital. Isso elimina as inconsistências no eSocial e as burocracias deste processo. Portanto, a admissão online é outro recurso bastante valioso de um ATS.

5. Geração de relatórios

E por fim, através da geração de relatórios, é possível  compreender melhor a performance dos processos de recrutamento e seleção, sabendo de modo conciso quais são as fontes de onde vem os melhores candidatos, o tempo médio dos processos e outros dados importantes para uma avaliação completa e assertiva.

Principais vantagens do ATS

Algumas das vantagens do sistema de rastreamento de candidatos são:

Agilidade na triagem de currículos

Cada vaga aberta, seja em qualquer empresa, requer muito tempo dos recrutadores durante todo o processo de recrutamento e seleção. Em um processo seletivo manual, fazer a triagem de seleção de currículos ocupa mais que a metade do tempo dos recrutadores. Com um sistema que auxilia nessa tarefa, o período de tempo para rever um currículo fica na casa de 10 segundos, o que beneficia (e muito!) a rotina do RH.

Além disso, algumas empresas recebem tantos e-mails, que os recrutadores podem acabar descartando alguns candidatos qualificados por falta de tempo. Assim, o ATS otimiza o tempo do processo e encontra os melhores candidatos. 

Divulgação das vagas nos melhores canais

Além do processo de triagem, ranqueamento dos currículos e gerenciamento de requisitos para uma vaga, outros processos também são otimizados, como a divulgação de vagas. Ela passa a ser realizada nos melhores canais, para que assim os gestores encontrem os profissionais que possuem o perfil que a empresa procura.

Relatórios de recrutamento e seleção

Através dos relatórios, os recrutadores têm uma visão melhor de como estão sendo os processos seletivos, quais são os principais canais de atração de candidatos e o tempo médio de um processo para determinada vaga. Esses dados poderão ser utilizados em futuros processos de R&S, melhorando as próximas experiências com essas tarefas.

Melhora da experiência do candidato

Por existir a possibilidade de fazer etapas do processo seletivo através do celular, a experiência se torna mais atraente, acessível e agradável para todos os candidatos que estão participando do processo.

Com todas essas vantagens, não há dúvidas de que vale realmente a pena investir em um software ATS para o processo de recrutamento e seleção da sua empresa. Mas afinal, como escolher o melhor? É o que veremos no próximo tópico, continue acompanhando!

Como escolher um ATS?

Para escolher um software de recrutamento, alguns fatores devem ser considerados. Listamos abaixo alguns deles:

  • Conexão com as redes sociais e jobsite;
  • Comunicação integrada a outras plataformas que a empresa utiliza;
  • Custo;
  • Ter um sistema com interface amigável;
  • Disponibilização de dados do RH;
  • Feedback automatizado;
  • Possuir integração com canais de comunicação;
  • Inteligência Artificial;
  • Aplicação de teste comportamentais;
  • Recrutamento interno;
  • Possibilidade de utilizar vídeo entrevista;
  • Ter um bom suporte do fornecedor.

Como implementar o sistema ATS?

Para realizar a implementação do sistema com sucesso, alguns passos são necessários. Confira agora quais são eles:

Planejamento

Como qualquer outra inovação na empresa, é preciso estruturar bem o projeto de implementação do ATS antes de colocá-lo em ação. Utilizar um novo sistema demanda algumas tarefas, como levantamento e reestruturação do R&S da empresa. O RH deve detalhar cada etapa de maneira clara e objetiva para que tudo ocorra com êxito. 

Certifique-se que o sistema escolhido atende às necessidades da empresa

É importante lembrar que existem muitas opções de sistemas no mercado, que se encaixam melhor em diferentes tipos de empresa e situações. Por isso, a empresa deve estudar cada etapa do processo de recrutamento e seleção. Dessa forma, é possível analisar qual será a opção mais adequada, completa e que realmente atenda as necessidades da organização. 

Treinamento de funcionários

Toda implementação de uma nova tecnologia necessita de um treinamento para que os colaboradores saibam como utilizar as novas ferramentas. Caso essa etapa seja pulada, o processo de adaptação pode se tornar muito mais lento e desordenado, fazendo com o que o sistema perca a sua eficácia.

Existem fornecedores que disponibilizam treinamentos e oferecem um bom suporte. Por isso, lembre-se de escolher empresas conhecidas no mercado, que sejam de confiança e tenham boa fama, principalmente no relacionamento com os clientes.

Gostou deste artigo? O investimento em um ATS é o caminho para trazer avanços para o R&S e das rotinas dos profissionais dedicados à gestão de pessoas.

Se você está em busca de um software de recrutamento, não deixe de seguir as nossas dicas para usufruir de todas as vantagens que abordamos neste artigo. Para continuar descobrindo como otimizar o processo de recrutamento e seleção da sua empresa, baixe a nossa planilha GRATUITA sobre o tema e acabe com os problemas dessa natureza!

Propaganda

Sobre o autor

JobConvo

A JobConvo foi desenvolvida para crescer com a sua empresa – fornecendo os recursos e a flexibilidade de que você precisa em cada estágio. Se a sua empresa possui 1 ou 10.000 funcionários, pode contar conosco. Atualmente nossas soluções abrangem plataforma de Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção e admissão digital, onde você pode gerir todo o processo com um sistema com inteligência artificial.

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais