Como entrevistar um candidato: dicas para contratar a pessoa certa

5 (100%) 1 vote[s]

Faz um processo seletivo  inclui pensar em todas as decisões que devem ser tomadas antes de contratar um novo profissional para o seu quadro de funcionários. Você tem que selecionar quais são os requerimentos, fazer todo o recrutamento e seleção, a admissão e o treinamento.

O momento da entrevista de emprego é muito importante na seleção de funcionários. Você tem a chance de conhecer os candidatos de uma maneira mais pessoal, entender em mais detalhes sobre suas experiência passadas e ter a chance de apresentá-los a outros colaboradores da sua empresa.

Elaboramos alguma dicas para essa etapa do seu processo de recrutamento e seleção. Ao aplicá-las em seu procedimento, você terá mais chance de aumentar a qualidade de contratação

1. Crie uma descrição do trabalho listando as habilidades e experiências essenciais.

 

Antes mesmo de entrevistar um candidato, você deve atraí-lo para enviar o currículo para a sua empresa. Para você encontrar a pessoa certa para uma vaga, você deve elaborar uma descrição da vaga bem detalhada e clara, listando as habilidades e experiências que realmente serão necessárias para a função. Foque no que é essencial para um profissional ser bem-sucedido se for escolhido para a vaga. Ao criar a vaga, divulgue em diferentes canais como Redes Sociais, página de carreiras da sua empresa, Sites de Vagas de Emprego e outros canais de divulgação que façam sentido com o perfil de candidato que você quer reter.


2. Use a descrição do trabalho como um roteiro para criar perguntas.

As informações do candidato que você precisa saber na hora da entrevistas são todas voltadas à vaga. Então, se você , por exemplo, determinou que as habilidades de relacionamento com o público são essenciais para a vaga, crie perguntas relacionadas diretamente a isso. Como eles definem relacionamento com cliente? Qual é a melhor experiência de atendimento ao cliente que eles já tiveram? Revise todos os detalhes e requerimentos que estão na descrição e construa questões diretamente relacionadas a eles.

3. Escreva suas perguntas de antes da entrevista.

Você pode pensar que consegue se lembrar de todas as suas perguntas da entrevista, mas a realidade é que a maior fraqueza da maioria dos entrevistadores é exposta quando eles tentam fazer entrevistas despreparados. Anote suas perguntas e certifique-se de dar espaço suficiente para ter onde escrever suas anotações. Fazer isso com antecedência e usar o mesmo roteiro de perguntas para cada candidato num estilo de entrevista estruturada fará com que essa etapa do processo flua com muito mais facilidade. Pense que, ao manter o mesmo roteiro de perguntas, todos os candidatos terão as mesmas chances de resposta.


4. Faça anotações.


Quando você entrevistas tantos candidatos é comum que você acabe esquecendo qual candidato falou o que. Faça anotações em todas as entrevistas para ajudar na hora de avaliar quais são os melhores candidatos e terá a garantir de conseguir lembrar de cada um ao reler o que escrever sobre eles. Isso facilitará a equipe de recursos humanos na hora de avaliação e comparação dos candidatos e passá-lo para a fase seguinte.

5. Obtenha detalhes específicos.

Na hora de uma entrevista de emprego, é comum que os candidatos exageram ou inventar fatos para impressionar o seu entrevistador. O recrutador deve fazer perguntas mais específicas e ir acompanhando as respostas. O ideal é que envolva perguntas que tenham dados como números, dados ou detalhes concretos. Assim, você consegue perguntar sobre eles novamente e certamente você saberá se foram dados inventados ou respostas sinceras.

 

6.Verifique se você está na mesma página com as expectativas salariais.

Não há nenhum truque nesse momento. A melhor e mais fácil maneira de descobrir se vocês estão alinhados é perguntar diretamente qual é o salário esperado. Se o que você pode oferecer está abaixo do que eles ganham no trabalho atual, ou bem abaixo do que eles esperam, isso provavelmente significa que as expectativas não são compatíveis. É muito raro que as pessoas quase nunca troquem de emprego para um que pague menos que o atual deles. Caso eles concordarem com um salário que está bem abaixo de suas expectativas, provavelmente começarão a procurar por um próximo emprego no dia seguinte que começarem na nova empresa.

7. Faça perguntas detalhadas sobre suas experiências profissionais.


Quando o profissional tem em seu currículo que trabalhou em diversas empresas, porém por pouco tempo em casa, pode ser que seja um sinal de alerta. Faça perguntas sobre o motivo que o fez sair da empresa. Isso pode lhe dizer algumas coisas sobre a pessoa a qual você está conversando. Se eles começarem a reclamar sobre colegas e chefes, é uma bandeira vermelha que eles podem ser difíceis de se entender e ter problema de trabalho em equipe. Além disso, se eles falam sobre os problemas que eles tiveram que provavelmente serão os mesmos que enfrentarão na posição que você está oferecendo, você sabe que provavelmente não será uma boa escolha. Por exemplo, eles saíram porque tiveram que trabalhar nos fins de semana e você precisará deles para trabalhar nos fins de semana.

8. Seja um bom ouvinte.


Quando o candidato está nervoso, como é geralmente o caso, e você está se sentindo relaxado, pode ser fácil entrar no ritmo de conversa e falar demais. Lembre-se, você está entrevistando-os e é uma via de mão dupla. Você deve conversar e responder perguntas para ele, mas ouça atentamente, preste atenção ao que está dizendo e mantenha a entrevista focada no candidato. Tente deixá-lo confortável a à vontade.  Tomar notas vai realmente lhe ajudar a prestar bastante atenção.


Uma ótima entrevista lhe dirá o que você precisa saber sobre a ética de trabalho do candidato, histórico profissional, futuras aspirações de carreira, suas ambições e expectativas do trabalho sua empresa. Com todo esse conhecimento, será mais fácil selecionar a pessoa mais qualificada para preencher sua posição aberta.