Já faz um tempo que a área de RH parou de ser totalmente burocrática nas organizações. O setor tomou novos rumos no decorrer dos avanços tecnológicos e passou a ser altamente estratégico para os negócios. Antigamente, as funções se resumiam a tarefas repetitivas e mecanizadas. No entanto, houve uma grande demanda no mercado por empresas que impulsionam a produtividade dos colaboradores e atraem mais talentos. Para exercer esse papel estratégico, o RH passou a contar com o Business Intelligence (BI).

O BI é um mecanismo moderno para gestão de pessoas que se tornou fundamental nas empresas. Admissão e treinamentos não são mais as únicas rotinas do setor. Agora, os profissionais de RH trabalham para conectar todos os setores e agir estrategicamente para alcançar melhores resultados nos negócios.

Mas afinal, como unir business intelligence e RH de forma estratégica? É o que veremos neste artigo. Continue acompanhando a leitura!

O que é Business Intelligence (BI)?

Business Intelligence (ou “inteligência de negócios” na tradução literal) é um conjunto de técnicas e ferramentas que utilizam dados para fornecer informações valiosas para a empresa. Esses dados brutos são coletados e transformados em insights importantes para o negócio. Eles servirão como base para a definição de estratégias e tomadas de decisão mais assertivas.

Essa expressão surgiu na década de 90, momento em que a expansão industrial era necessária. Os empreendedores começaram a perceber que fazer negócio com achismos não era mais o suficiente para alcançar o sucesso. Eles entenderam que a inovação era necessária para atingir resultados melhores.

Basicamente, o BI auxilia as empresas a tomarem decisões impulsionadas pelos dados. Eles são essenciais para descobrir tendências futuras, comportamentos e padrões de forma lógica e não mais intuitiva. Isso irá fazer com que a empresa saiba o que aplicar em seus processos para aprimorá-los, além de ser um excelente meio para se adaptar às constantes mudanças do mercado corporativo e reduzir os riscos.

Quais são as vantagens do business intelligence para o RH?

Confira agora as principais vantagens do business intelligence para o setor de RH:

  • Otimização dos processos: o BI viabiliza o acompanhamento das métricas importantes de cada processo do RH, facilitando a identificação de problemas com mais agilidade;
  • Novas estratégias: o setor analisa quais ações obtiveram resultados melhores para traçar novas ações estratégicas;
  • Prevenção de riscos: o BI auxilia o RH a identificar os riscos para o negócio e o que pode ser evitado;
  • Relatórios inteligentes: obtenção de relatórios com base em dados inteligentes que podem traçar novos caminhos para o negócio;
  • Reações rápidas às constantes mudanças do mercado;
  • Mapeamento dos processos: o BI viabiliza o mapeamento dos acontecimentos na empresa e auxilia a extrair deles dados relevantes;
  • Previsão de tendências: os dados são capazes de fornecer análises importantes sobre o que pode vir a acontecer.

Como unir business intelligence e RH de forma estratégica?

Afinal, como o business intelligence pode ajudar o RH a aprimorar os seus processos? É o que veremos nos tópicos abaixo:

1. Treinamento e desenvolvimento de colaboradores

O treinamento e desenvolvimento de colaboradores é uma rotina fundamental do RH. A empresa precisa contar com profissionais cada vez mais qualificados e eficientes. Portanto, essa rotina faz com que a equipe esteja cada vez mais capacitada para exercer o seu papel nos negócios. A tecnologia pode auxiliar (e muito!) esse processo. 

O BI é capaz de gerar relatórios inteligentes sobre os colaboradores, seu desempenho, e assim identificar quais treinamentos eles precisam. Além disso, existem plataformas que recomendam treinamentos em listas de reprodução de acordo com os dados dos alunos e seus níveis de produtividade em cada tarefa.

2. Atração de talentos

A atração de talentos tem sido uma área de atenção do RH. Isso porque as empresas têm enfrentado altas taxas de turnover e consequentemente sofrendo com muitos gastos em rescisões contratuais e novos processos seletivos. Quando os talentos certos são contratados, as chances deles permanecerem na empresa são muito maiores. São esses profissionais que irão fazer a diferença e contribuir expressivamente para os resultados dos negócios. 

Para conseguir atrair talentos, o RH deve levar em conta diversos fatores, como perfil do candidato, demandas sociais, necessidades do setor que fez a requisição da vaga, etc. Ao utilizar as métricas de BI, é possível ter relatórios mais precisos sobre os candidatos ideais e entender quais estratégias podem atraí-los.

3. Acompanhamento do desempenho dos colaboradores

A performance dos colaboradores também precisa ser analisada pelo RH. Por isso, o BI também se torna essencial. O setor pode utilizá-lo ao ter um banco de dados com todas as informações necessárias dos colaboradores para identificar quais são as falhas no desempenho de cada um de forma individual ou de uma equipe em conjunto. Assim, é possível saber quais são as faltas, falhas, pontos fracos e fortes, e outras características importantes para saber quando promovê-los ou até mesmo demiti-los. É uma técnica eficaz de gestão de pessoas fundamental para monitorar os resultados e resolver possíveis problemas na equipe.

4. Endomarketing

A atração de novos talentos é muito importante para uma organização. No entanto, também é necessário conquistar os seus próprios colaboradores. Eles são os responsáveis pelos resultados positivos e também podem se tornar promotores da empresa como marca. Ou seja, eles irão transmitir as suas impressões para pessoas próximas, como amigos e conhecidos. Por isso, o endomarketing é imprescindível para gerar essas impressões positivas nos colaboradores. 

Essa estratégia também pode ser aprimorada com o business intelligence, pois é preciso ter dados sobre todos os integrantes da equipe, entender os seus interesses, necessidades e preferências. 

5. Gerenciamento de equipes

Outro processo em que o BI se torna muito útil é o de gerenciamento de equipes. Administrar essas equipes exige o auxílio da tecnologia para direcionar as tomadas de decisão. Métodos imprecisos não são mais bem-vindos na área de recursos humanos! Com isso, o RH pode encontrar meios para reduzir custos, proporcionar segurança no armazenamento e circulação de dados, dentre muitos outros benefícios.

6. Clima organizacional

O clima organizacional pode influenciar muito em questões como engajamento e produtividade dos colaboradores. Por isso, ele pode impactar os resultados do negócio. É fundamental descobrir constantemente se uma equipe está satisfeita com o ambiente de trabalho. Se sim, é muito maior a possibilidade dela oferecer resultados melhores.

As métricas de BI entram aqui como um elemento primordial. Elas irão auxiliar o RH a analisar o clima na empresa. Para isso, o setor pode aplicar pesquisas de clima para avaliar qual a percepção dos colaboradores sobre o trabalho, dentre outras questões fundamentais para elaborar um planejamento estratégico.

Os dados obtidos com as respostas irão gerar análises que auxiliam muito na tomada de decisões e contribuem para que o setor tenha ações mais estratégicas dentro da empresa. 

7. Recrutamento e seleção

O recrutamento e seleção é o processo do RH responsável pela entrada dos novos colaboradores da empresa, que terão um papel importante nos resultados do negócio. Por isso, os profissionais da área continuam buscando meios para encontrar os melhores talentos do mercado, sempre procurando ter processos seletivos mais eficientes, ágeis e com baixos custos.

As ferramentas de BI podem auxiliar nesta missão. Os indicadores são capazes de identificar quais são os canais ideais para encontrar esses talentos. Além disso, eles também auxiliam na definição de melhores estratégias de atração de talentos e para encontrar os candidatos que possuem a cultura compatível com a empresa. 

Depois de tantas dicas de como unir business intelligence e RH de forma estratégica, não há dúvidas de que o BI deve ser visto como um grande aliado dos processos internos do setor e de toda empresa. 

Como a JobConvo une business intelligence e RH em sua plataforma?

O software JobConvo é a plataforma líder em gestão de processos de recrutamento e seleção. É o primeiro software do mercado a oferecer relatórios inteligentes durante todo o processo de R&S. Mas afinal, como funcionam esses relatórios?

São relatórios totalmente analíticos, que possuem uma abordagem centrada em dados, combinando a ciência de análise preditiva com as capacidades avançadas de inteligência de negócios. Dentro da plataforma, é possível ter acesso a um painel, onde se visualiza todos os indicadores dos processos seletivos, seja por vaga ou de forma geral, pelo período de tempo desejado.

Com esses relatórios, o RH consegue acompanhar todo o progresso das vagas que estão abertas ou daquelas que já foram encerradas. Também é possível analisar o processo de recrutamento para entender de qual canal vem a maioria das candidaturas. Com dados agregados, os gestores avaliam a sua velocidade de contratação no decorrer dos anos, analisando sempre relatórios de atividades para aprimorar o desempenho das equipes.

Gostou deste artigo? A união entre business intelligence e RH pode fazer com que a empresa alcance as suas metas e atinja um padrão de alta qualidade em suas atividades.  Para experimentar os benefícios de BI do software JobConvo e todas as outras vantagens que a plataforma oferece, é só clicar aqui e solicitar uma demonstração GRATUITA!