O que são competências organizacionais e como desenvolvê-las?

O que são competências organizacionais e como desenvolvê-las?

Não há dúvidas de que o mercado de trabalho é extremamente competitivo. Com o número crescente de empresas disputando um lugar de destaque, se torna cada vez mais necessário fortalecer as competências organizacionais. 

Em 1990, através da publicação do artigo “The Core Competence of the Corporation”, criado por Coimbatore Krishnarao Prahalad, doutor em Administração, as “competências organizacionais” foi um tema que passou a ser debatido e após uma série de mudanças e melhorias, ganhou uma estrutura que gera interesse no universo corporativo até os dias de hoje.

Continue acompanhando a leitura e saiba mais como desenvolvê-las em sua empresa!

O que são competências organizacionais?

As competências organizacionais estão diretamente relacionadas com o diferencial de uma organização no mercado de trabalho. Trata-se de um conjunto de elementos responsáveis por formar a identidade corporativa, tornando cada empresa única.

Essas competências servem como portfólio para uma empresa, podendo se tornar parte da cultura organizacional, o que influencia a missão e valores do negócio.

A ausência delas pode trazer a falta de alinhamento na organização e, consequentemente, futuros prejuízos. Isso porque é crucial que a empresa se destaque no mercado para atrair os clientes.

Resumindo, as competências organizacionais reúnem os recursos oferecidos pela empresa, com experiências e conhecimentos compartilhados no ambiente de trabalho, formando a cultura organizacional, estando presente tanto no dia a dia dos colaboradores, quanto na missão e visão da organização.

Quais as diferenças entre competências básicas e essenciais?

A escolha das competências organizacionais ideais para a sua empresa irá depender da área de atuação do seu negócio. Com base nisso, cabe aos gestores desenvolverem estratégias para estimular seus colaboradores, alinhando com a visão e objetivos definidos.

A diferença entre as competências básicas e essenciais está ligada a sua influência na capacidade organizacional e competitiva de uma empresa.

As competências organizacionais básicas são consideradas indispensáveis para administrar com eficiência o seu negócio, garantindo sua permanência no mercado, não atribuindo diferencial competitivo à empresa. Já as competências organizacionais essenciais agregam um diferencial competitivo e valor à marca, podendo alcançar um lugar de destaque.

Competências organizacionais básicas

Nas competências organizacionais básicas, é necessário oferecer justamente o básico conforme o padrão do mercado para seu nicho, possibilitando conquistar os clientes desejados e bons resultados para a sua organização.

Algumas das principais competências organizacionais básicas são:

  • Boa localização geográfica;
  • Bom atendimento ao cliente;
  • Preço compatível com o mercado;
  • Quadro de profissionais qualificados;
  • Entre outras.

Competências organizacionais essenciais

As competências organizacionais essenciais são as que diferenciam seu negócio dentre os outros, fazendo com que ele chegue a um lugar de destaque e singularidade no mercado.

Essas competências agregam valor a sua marca, tornando-a mais atraente para os clientes. Por isso, é necessário investir em inovação, o que traz grande vantagem competitiva ao seu negócio.

Então, é necessário estar aberto às mudanças,  buscando se adaptar às tendências e novidades do mercado, fugindo da penumbra da estagnação. 

Para isso, existem algumas perguntas que podem te ajudar, como:

  • Meu negócio é único?
  • Qual é o diferencial da minha marca?
  • O que eu faço que ninguém mais faz?
  • Qual é a identidade da minha empresa?
  • Qual é a relevância do que eu ofereço para os consumidores?

Algumas das principais competências organizacionais essenciais são:

  • Ambiente organizacional estimulante;
  • Benefícios diversos e valorização dos profissionais;
  • Gestão de pessoas que busca o desenvolvimento do colaborador e seu bem-estar;
  • Entre outras.

Conheça as principais competências exigidas dos colaboradores pelo mercado de trabalho

As competências dos colaboradores também têm grande influência nas competências organizacionais. Por isso, é importante saber quais têm sido as mais exigidas pelo mercado como um todo.

Afinal, o mercado tem se tornado cada vez mais exigente com os colaboradores, onde o básico já não é mais suficiente. Atualmente, aspectos mais tradicionais como formação superior e experiência na área não são mais considerados um grande diferencial, já que os recrutadores analisam competências técnicas e comportamentais.

Um exemplo disso é ter uma boa comunicação e trabalhar bem em equipe, fatores que se tornaram essenciais para aqueles que desejam conquistar as melhores vagas.

Outra competência em destaque é a inteligência emocional, colaboradores que conseguem vencer com facilidade as adversidades que surgem no dia-a-dia de uma organização. Além disso, ser criativo, inovador e proativo, buscando sempre encontrar soluções para as necessidades da empresa também é uma característica importante.

Porém, as competências dos colaboradores podem ser evoluídas e trabalhadas pela empresa. Por isso, é importante investir no desenvolvimento e treinamento dos profissionais, tornando-os ainda mais capacitados, de acordo com suas necessidades.

Como desenvolver competências organizacionais?

As competências organizacionais influenciam nos resultados da empresa. Dessa forma, é necessário desenvolvê-las de forma coordenada e correta.

Para isso, existe um conjunto de ações que pode ser adotado pela empresa para alcançar o seu lugar de destaque. Confira abaixo:

1. Faça o mapeamento pela empresa

O primeiro passo é mapear as competências organizacionais essenciais para o sucesso da empresa, identificando as competências existentes que precisam de melhoria e as que precisam ser desenvolvidas. Por isso, analise quais fatores são necessários para alcançar os resultados desejados, colocando como meta estabelecê-los. 

2. Aplique o treinamento e desenvolvimento

Esse passo auxilia o aprimoramento das competências já existentes na empresa. Portanto, é importante oferecer treinamento aos colaboradores, com o objetivo de qualificar e desenvolver as suas habilidades. Antes de reunir as competências organizacionais, é necessário dar aos funcionários as ferramentas necessárias para corresponder com a visão e identidade da marca.

Além disso, a empresa pode investir em cursos para a sua equipe, flexibilizando os horários de trabalho para os colaboradores que estão buscando uma melhor qualificação.

3. Aprimore seu processo de seleção

Ao identificar a necessidade de algumas competências, a empresa pode aprimorar o seu sistema de seleção, classificando-o por competências, com o foco em contratar novos talentos com qualificações específicas.

O objetivo é encontrar candidatos que possam agregar as competências necessárias ao time. Os recrutadores devem analisar de forma criteriosa, buscando identificar as características estabelecidas para o preenchimento das vagas.

4. Faça avaliações

Outro ponto importante é fazer avaliações constantemente, analisando o desempenho de sua empresa em relação às suas competências. O objetivo é encontrar lacunas de necessidades da organização, buscando aprimorar as competências pré-existentes e desenvolver as novas.

Além disso, é importante salientar que o mercado está sempre em movimento. Por isso, é necessário ressaltar novamente a importância de atualizar suas competências organizacionais essenciais, buscando inovar e se destacar dos demais, tendo em vista que a concorrência buscará sempre superar suas ideias.

5. Benchmarking

Por fim, é possível desenvolver novas competências por meio de benchmarking. Trata-se de uma imersão que o profissional faz em outra empresa, que deve atender ao mesmo nicho, porém não sendo concorrente direta da sua marca.

Esse é um processo de observação, onde o colaborador analisa a forma como a outra empresa funciona e aplica as suas ideias. Ao passar pela imersão, o profissional absorve e se torna capaz de criar novas ideias e soluções para problemáticas internas, além de possibilitar o desenvolvimento de novas competências.

Chegamos ao fim deste artigo. Agora basta colocar todos os passos em prática e seguir rumo ao sucesso da sua empresa. Para mais conteúdos como esse, acesse o Blog da JobConvo!

Sobre o autor

JobConvo

A JobConvo foi desenvolvida para crescer com a sua empresa – fornecendo os recursos e a flexibilidade de que você precisa em cada estágio. Se a sua empresa possui 1 ou 10.000 funcionários, pode contar conosco. Atualmente nossas soluções abrangem plataforma de Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção e admissão digital, onde você pode gerir todo o processo com um sistema com inteligência artificial.

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais