Como desenvolver uma estratégia de contratação para um trabalho híbrido

Como desenvolver uma estratégia de contratação para um trabalho híbrido

Com o atual cenário dos negócios, onde é preciso lidar com as consequências geradas pela pandemia da Covid-19, empresas de todo o mundo tiveram que encontrar alternativas para ter modelos de trabalhos que mantivessem o fluxo da organização e a função dos colaboradores ativa. Essa mudança inevitável e necessária abriu espaço para um novo modelo: o ambiente híbrido de trabalho.

Esse tipo de mudança, que junta trabalho presencial com o remoto, pode levar a algumas reações negativas se não for planejada e estrategicamente elaborada. Por isso, é importante compreender como contratar o talento ideal para esse novo formato. Continue acompanhando a leitura!

O que é um ambiente híbrido de trabalho?

O ambiente híbrido de trabalho é caracterizado pela junção de dois métodos de trabalho. É um formato mais flexível, que possibilita tanto o trabalho presencial quanto o remoto. 

Sua aplicação pode ser feita de diversas formas, desde semanas intercaladas até períodos maiores em cada modalidade. O foco é buscar tirar o máximo proveito dos pontos positivos existentes, seja nas operações presenciais ou nas remotas.

A importância de demonstrar uma cultura de inclusão no formato híbrido

Como abordado na introdução, a pandemia criou alguns gaps que têm exigido inovação no ambiente de trabalho. A partir disso, surgiram ideias criativas para facilitar a rotina dos colaboradores e adaptá-las a essa nova realidade, como o ambiente híbrido de trabalho. No entanto, um dos pontos mais importantes dessa aplicação é unir ela a uma cultura de inclusão.

Afinal, mesmo com a redução de tempo trabalhando no escritório físico, os colaboradores precisam se sentir incluídos na equipe. Vale ressaltar que alguns grupos possuem maior facilidade de tirar vantagem do trabalho remoto.

A flexibilidade do trabalho em casa possibilita conciliar o trabalho com as responsabilidades domésticas e questões particulares. Neste caso, a maior parte desse trabalho recai sobre as mulheres, o que ameaça os avanços na equidade de gênero no escritório que foram feitos nas últimas décadas.

O novo modelo também pode causar uma solidão cada vez maior, além do estresse vindo da sensação de que a divisão entre o trabalho e a vida doméstica não existe mais.

Por fim, existe um outro gap: o de geração. Os escritórios híbridos podem atrair colaboradores mais jovens, que por estarem no início de suas carreiras, possuem grandes chances de se interessarem em estar presentes no ambiente de trabalho, mais do que os colaboradores de idade mais avançada.

Um local de trabalho inclusivo irá evitar que esses gaps apareçam!

As características de um ambiente de trabalho inclusivo

No processo de recrutamento, demonstre compromisso com a inclusão de colaboradores remotos e locais, compartilhando sua visão e valores. Veja agora 4 características que a empresa deve adotar para ter um ambiente de trabalho mais inclusivo:

Líderes que pedem ajuda e admitem erros

A cultura inclusiva é erguida com base na confiança e os líderes da empresa são a chave para construí-la.

A confiança pode ser construída por meio da vulnerabilidade demonstrada pelos líderes aos membros da equipe. É necessário estar disposto a expressar de forma sincera quando necessita de ajuda ou não possui algum conteúdo.

Ambientes psicologicamente seguros

Uma cultura inclusiva é aquela onde todos se sentem à vontade para expressar suas opiniões. Eles sabem que suas ideias serão ouvidas e bem recebidas, mesmo que outros colegas discordem delas.

Um fator importante que caracteriza uma equipe segura psicologicamente é o conforto em dizer algo que é controverso ou talvez diferente do que está sendo feito atualmente.

Programações assíncronas

Os colaboradores podem acabar perdendo o senso de trabalho híbrido com o passar do tempo quando possuem um cronograma muito extenso de atividades da empresa, como diversas reuniões ao longo da rotina de trabalho.

Os candidatos que precisam trabalhar fora do horário normal de expediente gostam dos empregadores que adotam fluxos de trabalho mais livres, que desvinculam as pessoas de uma programação rígida, para que possam trabalhar quando e como quiserem.

Relacionamento e comunicação forte

Os líderes inclusivos devem procurar se relacionar de forma mais próxima aos colaboradores, mantendo o costume de enviar mensagens e conversar pessoalmente sempre que a pessoa estiver no escritório, além de marcar algumas reuniões de feedback.

Essa construção de relacionamento é importante para os novos funcionários. Como eles estão num processo de integração, é necessário ter alguém para ajudá-los a construir conexões em toda a empresa.

Como desenvolver uma estratégia de contratação para um ambiente híbrido de trabalho?

Confira agora 8 passos para desenvolver uma estratégia de contratação para um ambiente híbrido de trabalho:

1. Defina as suas expectativas

Ao criar uma estratégia de contratação para esse ambiente de trabalho, primeiro  é necessário definir claramente sua expectativa para o trabalho híbrido. Dentro da perspectiva de um ambiente de trabalho flexível, é preciso criar diretrizes concretas e consistentes, pois quando a flexibilidade é estruturada de forma certa, ela gera bons resultados.

Caso haja a necessidade de ter alguns funcionários fisicamente na empresa para manter a qualidade do trabalho, as possibilidades de flexibilidade para esses devem ser limitadas.

Lembre-se: ao contratar um profissional para um cargo de nível mais básico, é bom que ele esteja no escritório por um período maior, aprendendo com outros profissionais experientes. Com o tempo, essa pessoa também poderá migrar para o modelo híbrido de trabalho.

2. Aumente a conexão com os colaboradores

Se conectar com todos os profissionais pode ser um desafio em um ambiente híbrido de trabalho. Apesar da prática de admissão digital ser eficiente e muito vantajosa para a empresa, é necessário utilizar estratégias para aumentar a conexão e mantê-los engajados.

3. Aproveite talentos internos

Recrute os seus talentos atuais, aproveitando os colaboradores que já trabalham para a empresa em uma posição diferente. Isso pode trazer diversos benefícios para a organização. Afinal, um membro da equipe já possui conhecimento sobre a empresa, sua visão, objetivos e dinâmica. 

Portanto, ter alguém que já conhece bem a empresa pode ser vantajoso para o sucesso do negócio, especialmente em equipes inseridas no modelo de trabalho híbrido, onde pode ser difícil para um novo talento entender como as coisas funcionam.

4. Crie fluxos de comunicação eficientes

É necessário criar fluxos de comunicação eficientes com os profissionais para construir relacionamentos fortes e melhorar a experiência do candidato. Mesmo com uma menor frequência de encontros pessoais, é possível manter uma comunicação regular com eles.

5. Recrute em feiras de empregos virtuais

Um dos pontos mais importantes na criação de um ambiente híbrido de trabalho é a possibilidade de recrutar talentos do mundo todo direto do seu home office. Nessas circunstâncias, uma contratação assertiva se torna possível com o uso de estratégias certas.

Por isso, participar de feiras de empregos virtuais possibilita a conexão com diversos talentos, além de explorar o mercado de trabalho e criar relacionamentos para futuros negócios.

A contratação para um local de trabalho híbrido dá aos recrutadores a capacidade de aumentar a diversidade entre suas equipes e ganhar talentos com um conjunto de competências específicas, sem se preocupar com sua localização geográfica.

6. Mude a sua mentalidade

Veja abaixo 4 pontos importantes para uma mudança de mentalidade:

  • Não recrute apenas pessoas que estão à procura de um emprego, mas busque por talentos em potencial que demonstraram sucesso em um conjunto de competências que esteja dentro das suas exigências;
  • Realize entrevistas com avaliações mais objetivas e assertivas, auxiliando na conclusão sobre capacidade prática do candidato;
  • Em um ambiente híbrido de trabalho, o desempenho é mais importante do que as horas de trabalho;
  • Combine os objetivos de carreira dos candidatos com os objetivos gerais da empresa.

7. Invista em employer branding 

O ambiente híbrido de trabalho representa um novo meio de fazer negócio. Por isso, todos os colaboradores precisam de ajustes, até mesmo os gerentes. 

Portanto, construa um employer branding forte, buscando retratar como é a rotina de trabalho em sua organização atualmente. Conte histórias sobre as experiências dos seus funcionários, a forma como estão se adaptando às mudanças e o que mudou para eles depois de adotar modelo híbrido de trabalho.

É de extrema importância que os candidatos compreendam de forma clara a experiência de trabalhar em um ambiente híbrido na sua empresa, garantindo o alinhamento de seus valores com os valores da organização.

8. Use a tecnologia

Por fim, investir em tecnologia é um fator indispensável para adotar uma estratégia híbrida de trabalho. Plataformas, softwares e outras soluções tecnológicas são fundamentais para que tudo ocorra em harmonia: comunicação, processos, reuniões etc.

Além disso, os softwares de RH também auxiliam na escolha mais assertiva de profissionais que são mais adeptos ao modelo híbrido de trabalho. Afinal, eles utilizam IA (Inteligência Artificial) para identificar os perfis que se encaixam na cultura da empresa.

Se você está pronto para começar a contratar com um software eficiente de R&S e usufruir de todas essas vantagens, clique aqui e solicite uma demonstração GRATUITA do software Job Convo! 

Sobre o autor

JobConvo

A JobConvo foi desenvolvida para crescer com a sua empresa – fornecendo os recursos e a flexibilidade de que você precisa em cada estágio. Se a sua empresa possui 1 ou 10.000 funcionários, pode contar conosco. Atualmente nossas soluções abrangem plataforma de Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção e admissão digital, onde você pode gerir todo o processo com um sistema com inteligência artificial.

Idiomas

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais