Cultura Organizacional: o que é e como desenvolver na sua empresa

5 (100%) 2 votes

A cultura faz parte da essência da organização. Por isso, é muito importante que os colaboradores estejam integrados com os componentes da cultura organizacional. Ter valores bem definidos é primordial para os negócios. Cultura e valor andam juntos e precisam um do outro para guiar as ações da equipe dentro da empresa.

Existem diversos tipos de cultura organizacional e cada um deles se encaixa perfeitamente com a intenção e propósito da empresa. Entender a cultura organizacional por Chiavenato não é o suficiente para empregá-la na empresa. Para o sucesso das ações é necessário moldar a estrutura cultural da empresa de acordo com os objetivos, sem perder a essência.

Missão, visão  valores organizacionais são as bases para a construção de uma sólida estrutura cultural. Muitos se perguntam o que é cultura organizacional de uma empresa, mas não procuram empregá-la para o bem da organização e dos colaboradores.

Para que a empresa possa crescer com consistência é necessário estruturar bem a equipe, de forma que todos trabalhem por um objetivo comum. Fazer com que toda a empresa viva e busque realizar ações embasadas na cultura organizacional é o segredo para o sucesso organizacional.

Mas, o que é a cultura de uma organização?

Cultura organizacional é um sistema de valores compartilhados pelos membros, em todos os níveis, que diferencia uma organização das demais, ou seja, o conjunto de hábitos e valores que todos compartilham, a essência da empresa,.

A construção de uma cultura organizacional visa a estruturação da equipe para que todos os colaboradores fiquem em sintonia e engajados com a organização. Além disso, é as características da cultura organizacional que define o perfil de quem será contratado e quem permanece na equipe.

A cultura organizacional impacta diretamente na forma como a empresa trata os clientes e funcionários. Send parte dos princípios que exprimem a identidade da organização, a cultura é embasada no conjunto de hábitos e crenças estabelecidos por meio dos valores, normas e atitudes compartilhadas pelos membros da organização.

1- Cultura organizacional: impacto no comportamento do colaborador

O colaborador é diretamente influenciado pela cultura organizacional. O famoso “vestir a camisa”se dá quando o indivíduo passa a ter os valores arraigados em si, e passa a ser influenciado e movido pela cultura da organização.

Não apenas comportamento empresarial, e influência nas ações do colaborador dentro da empresa, a cultura organizacional altera a forma como o indivíduo lida com os problemas individuais e no trabalho em equipe.

Uma cultura organizacional bem definida faz com que todos falem a mesma língua e busquem o mesmo objetivo, o que acaba por influenciar nas interações e troca entre os colaboradores, fazendo com que o  time fique mais unido, acabando com as rupturas na comunicação.

 

2- Cultura organizacional: impacto na mentalidade do colaborador

Não apenas mudanças no comportamento organizacional, a cultura da organização impacta diretamente na mentalidade do colaborador mediante a empresa e a vida. Com a busca por objetivos dentro da empresa, o colaborador passa a ter metas de vida, o que acaba impactando a forma como ele lida com os problemas e se comporta mediante as circunstâncias.

Mudança na mentalidade do colaborador, a cultura organizacional faz com que o indivíduo ganhe valores inestimáveis, buscando e sonhando junto com um grupo, para um bem maior.

 

Quais são os componentes da cultura organizacional?

A cultura organizacional é composta por 3 níveis. Esses níveis podem ser de fácil perceção ou difíceis de notar. Alguns dos componentes fazem parte da camada exposta, enquanto outros, estão presentes nas camadas mais profundas, ou seja, estão praticamente ocultos. Para entender melhor o que compõe a cultura de uma empresa é preciso compreender os níveis, tipos e características da cultura organizacional.

1- Níveis da cultura organizacional

Os níveis da cultura organizacional são: os artefatos, os valores compartilhados e os pressupostos. Confira:

  • Artefatos: Considerado o primeiro nível da cultura organizacional os artefatos são o que vemos. Ou seja, são as características facilmente percebidas e visíveis. Exemplo: organograma, hierarquia, grau de formalidade, produtos, símbolos, entre outros.
  • Valores compartilhados: O segundo nível é o que eles dizem. Ou seja, são os valores compartilhados que estão em uma camada mais profunda que os artefatos, mas não totalmente imperceptíveis. Exemplo: valores já fixados pelos fundadores do negócio, normas, filosofia da empresa, entre outros.
  • Pressupostos: O terceiro nível é o que eles acreditam, ou seja, os pressupostos. Tido em uma camada mais profunda, eles são intrínsecos nas atividades e dificilmente se torna possível mudá-los. Exemplo: sentimentos e crenças inconscientes.

2- Tipos de cultura organizacional

Compreender as características culturais e em qual tipo de cultura a empresa se enquadra é muito importante, principalmente para os gestores. Os tipos de cultura organizacional são:

  • Cultura do poder: cultura voltada ao poder. O cotrole é mantido por apenas algumas pessoas, que são capazes de influenciar toda a organização.
  • Cultura dos papéis: orientada por regras, cargos e funções definidas. O poder é determinado pela posição de uma pessoa na estrutura organizacional.
  • Cultura das tarefas: foco nos projetos e poder nas mãos de quem tem capacidade de resolver o problema, tendo maior flexibilidade, possibilidade de mudanças e liberdade para agir com criatividade.
  • Cultura de pessoas: o colaborador está sempre em primeiro lugar, independente do cargo que ocupa, suas ideias são ouvidas.

Além dos tipos, uma cultura ainda pode ser considerada forte, fraca, adaptativa ou conservadora. Veja a diferença::

  • Cultura forte: os valores são compartilhados entre todos os membros envolvidos, como deve ser.
  • Cultura fraca: permite mudanças frequentes nos valores ou hábitos.
  • Cultura adaptativa: aberta a mudanças e inovação.
  • Cultura conservadora: dificilmente mudam seus hábitos e os valores.

3- Características da cultura organizacional

Dentro da cultura organizacional tem características muito presetes. São elas:

  • Inovação e assunção de riscos;
  • Orientação para os resultados;
  • Orientação para as pessoas;
  • Orientação para as equipes;
  • Estabilidade.

Quais são os benefícios da cultura organizacional?

Para entender melhor os impactos da cultura organizacional e o quanto ela pode influenciar na organização como um todo,é preciso compreender os benefícos. São eles:

  • Benefícios financeiros: as pessoas assumem a responsabilidade também pelos custos, ou seja, passam a pensar no todo e dessa forma os custos diminuem.
  • Recrutamento: a cultura organizacional atrai profissionais que compartilham dos mesmos ideais e valores.
  • Motivação: o reconhecimento pelo que fazem e o entendimento do impacto de suas atividades, gera motivação.
  • Liderança: cultura organizacional e liderança estão conectadas.
  • Reuniões: como todos estão alinhados com as informações e objetivos, as reuniões se tornam mais rápidas, criativas e objetivas.
  • Relacionamentos: a cultura também melhora as relações entre as pessoas, times e departamentos.
  • Satisfação e felicidade: quando se trabalha em uma empresa com cultura organizacional desenvolvida e estruturada, a satisfação dos colaboradores fica evidente no dia a dia.

Qual é a influência da cultura organizacional na contratação?

A cultura organizacional é extremamente importante para a ontratação. Para a escolha dos novos colaboradores é preciso que a pessoa abrace a visão de futuro da empresa. Por isso, é primordial medir os interesses dos candidatos.

Para o processo de recrutamento e seleção é importante ter empregar vigor e traços da cultura da organização, realizando onboardings que explorem todo o clima organizacional, enfatizando a importância de cada coisa e dando uma visão clara dos próximos passos do trabalho da pessoa. Além disso, é primordial atrelar a essa visão à estratégia de curto, médio e longo prazos da empresa.

A cultura organizacional é muito importante para o sucesso da empresa!