Propaganda

Gestão participativa: o que é e como aplicar? Veja benefícios

Gestão participativa: o que é e como aplicar? Veja benefícios
Propaganda

Empresas buscam melhores formas de gerir seus colaboradores. Por conta de haver diferentes tipos de pessoas, é comum a busca por diferentes formas de gerenciamento. 

Em meio às mudanças organizacionais e a presença cada vez maior da horizontalidade nas empresas, houve a necessidade de criação de um modelo novo de gestão: a participativa. 

As ferramentas utilizadas na gestão participativa (gestão participativa escolar, gestão participativa sus, gestão participativa empresarial) foram desenvolvidas na busca de solucionar problemas motivacionais e estruturais das organizações.

Ainda há diversas dúvidas das empresas e dos colaboradores quanto à eficácia e importância da gestão participativa para a organização, e foi por isso, que separamos algumas informações importantes sobre o assunto, nesse conteúdo. Confira.

O que gestão participativa?

A gestão participativa é um processo de liderança estruturado na confiança entre os profissionais de diferentes níveis hierárquicos. Através desse tipo de gestão, os colaboradores são estimulados a participar do processo de decisões, trazendo à tona um cultivo livre de interação dos funcionários nos objetivos da organização.

Os exemplos de gestão participativa eficazes fizeram com que esse tipo de gestão ganhasse notoriedade dentro de corporações. Visando a valorização dos colaboradores, ela tem o poder de evidenciar os grandes responsáveis pelo sucesso da gestão e dos negócios.

Através da gestão participativa todos os níveis hierárquicos ganharam voz. Sua  implementação dentro das empresas passou a mostrar que não basta ter um bom projeto de produto ou serviço, é importante ter pessoas para produzi-lo e comercializá-lo. 

Qual a importância da gestão participativa?

A atual demanda do mercado, exige que corporações tenham processos rápidos e funcionais. Para aumentar essa efetividade, é necessário ter uma boa equipe, e como se sabe o capital humano é a parte mais valiosa que uma empresa possui, mas para que ele seja eficiente é necessário que haja uma boa gestão.

Em frente aos inúmeros modelos de gestão e tipos de liderança, é notória a existência de uma busca constante na assertividade da gestão. Encontrar o modelo perfeito para gerir uma equipe é a maior dificuldade enfrentada pela organização.

Além da questão voltada à otimização dos resultados, já que tudo caminha com maior agilidade, a gestão participativa estimula que as equipes se tornem mais eficazes, unidas e funcionais. Com isso, esse modelo tem ganhado cada vez mais destaque nas organizações, sendo um dos mais utilizados nas empresas modernas.

Benefícios da Gestão participativa

Os benefícios que a gestão participativa pode trazer são os seguintes:

1. Maior comprometimento dos colaboradores

A grande luta das organizaçõe é entender como despertar o comprometimento dos colaboradores. Não apenas por barganha, ou por meio de benefícios, é possível que o indivíduo colabore para o bem da organização apenas pelo fato de acreditar na empresa e participar das decisões. Por isso, a gestão participativa é também incentivadora.

Por meio da gestão participativa os funcionários se sentem parte dos processos do início ao fim, o que ajuda a motivá-los, gerando comprometimento e entrega de cada um deles. 

2. Crescimento linear da empresa

A valorização dos colaboradores gera inúmeros benefícios para a organização. Por isso, com o comprometimento dos funcionários o crescimento constante dos negócios se torna uma consequência natural. A gestão participativa  tem o poder de mudar as pessoas e o clima organizacional. E, é o impacto dessas mudanças na organização que geram o crescimento dos negócios. 

Além disso, quando mais pessoas são ouvidas no processo de tomada de decisão, a resposta tende a ser mais assertiva. 

3. Comunicação integrativa entre diferentes áreas

A comunicação entre as áreas de uma empresa sofre influências do tipo de  gestão. Em um modelo de gestão autoritária, por exemplo, essa troca é interrompida pelo receio que os colaboradores passam a ter do líder. Por isso, a escolha do modelo de gestão a ser empregado na organização é importante.

Um bom líder procura estabelecer uma equipe onde haja comunicação e troca, mas para que isso aconteça é importante gerenciá-los com qualidade. A gestão participativa não apenas permite, mas exige a comunicação integrada entre as áreas. Não sendo possível implementar e sustentar esse modelo de gestão se não houver essa integração.

4. Crescimento humano e profissional dos colaboradores

O crescimento e desenvolvimento humano e profissional é a meta de todo colaborador. Poder ajudar a equipe e além disso, alcançar cargos melhores é um objetivo comum entre os indivíduos. Mas, muitos modelos de gestão acabam barrando essa motivação e busca por crescimento.

Existem empresas que não desenvolvem os colaboradores e não criam programas de crescimento. Com isso, os funcionários vivem desmotivados, criando certa resistência e queda de produtividade. Para produzir mais e melhor o colaborador precisa ter uma motivação.

Com a gestão participativa a motivação e transformação do clima organizacional é evidente. Os colaboradores ganham força e motivo para exercer seu trabalho com confiança e eficiência. Esse modelo de gestão visa não apenas a participação dos colaboradores na tomada de decisão, mas a gratificação dos mesmos pelo desenvolvimento e assertividade no processo decisório. Com isso, o crescimento humano e profissional passa a ser algo natural.

Como funciona a gestão participativa?

Para a gestão participativa funcionar é preciso ter um funcionamento entre:

  1. Sistemas e processos da empresa;
  2. Condições organizacionais;
  3. Comportamentos gerenciais.

Este tipo de gestão pode exigir um esforço maior na sua implementação. Pois, para implementá-la é preciso:

  1. Resolver possíveis conflitos: de diferentes estilos de gestão entre as equipes;
  2. Flexibilizar a estrutura organizacional: com um menor número de classes hierárquicas;
  3. Desenvolver lideranças representativas.

O desenvolvimento de uma liderança representativa é a chave do sucesso para a implementação do modelo de gestão. Pois, para que haja participação de todos é necessário que os gestores, responsáveis pelas equipes, motivem os seus profissionais. Com isso, é possível que haja engajamento nas causas da empresa.

Para que a implementação funcione com eficácia é importante estabelecer dois pilares:

  • Participação de todos;
  • Comprometimento com os resultados.

Para que a efetivação da gestão participativa seja feita com sucesso, nenhum profissional deve ser excluído do processo de decisão.. Porém, para evitar que o processo decisório da empresa se torne um engano e gire em torno de pequenas decisões que geram grandes mobilizações, é preciso otimizar o sistema decisório fazendo com que cada colaborador tenha consciência de suas capacidades e responsabilidades individuais.

Passos  para implantar a gestão participativa

E por fim, para implantar uma gestão participativa, basta seguir os seguintes passos:

  • Estimule os colaboradores a dar sugestões;
  • Faça reuniões periódicas com o intuito de que funcionem como um brainstorming;
  • Diminua gradativamente as estruturas hierárquicas;
  • Mantenha a comunicação fora do ambiente corporativo, com clientes e colaboradores externos;
  • Peça sugestões e escute opiniões da equipe;
  • Atente-se ao modo com o qual sua equipe trabalha;
  • Faça intercâmbio entre os setores;
  • Acompanhe os resultados. 

A gestão participativa é capaz de mudar totalmente a filosofia de trabalho de uma empresa e pode ser um caminho sem volta, por isso, é importante considerar todos os prós e contras antes de implementar essa forma da companhia funcionar

 

Propaganda

Sobre o autor

JobConvo

A JobConvo foi desenvolvida para crescer com a sua empresa – fornecendo os recursos e a flexibilidade de que você precisa em cada estágio. Se a sua empresa possui 1 ou 10.000 funcionários, pode contar conosco. Atualmente nossas soluções abrangem plataforma de Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção e admissão digital, onde você pode gerir todo o processo com um sistema com inteligência artificial.

Idiomas

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais