Entrevista de desligamento: como fazer? + guia de perguntas

Entrevista de desligamento: como fazer? + guia de perguntas

Ao efetuar o desligamento de um colaborador da empresa, o RH precisa conduzi-lo ao processo de offboarding. Esse processo contém etapas fundamentais, pois pode contribuir positivamente em diversos fatores na organização. Uma dessas etapas é a entrevista de desligamento. 

Contudo, nem sempre essa entrevista é realizada. É muito comum que os gestores queiram encerrar a ligação com o profissional e seguir para as novas contratações o mais rápido possível. Essa atitude pode trazer diversos prejuízos para a empresa. Afinal, com essa entrevista é possível obter informações de grande valor para o RH e colaborar para melhorias na organização em sua totalidade.

Neste artigo, explicaremos como funciona a entrevista de desligamento, quais são os benefícios proporcionados e como ela deve ser conduzida para ser bem-sucedida. Continue acompanhando a leitura!

Entenda a importância da entrevista de desligamento nas empresas

Afinal, qual a importância e objetivo final da entrevista de desligamento nas empresas? A resposta é: obtenção de dados e informações estratégicas para proporcionar o progresso da organização. Isso porque durante a entrevista, é possível ouvir a avaliação de um profissional que não terá mais vínculos com a empresa, fator que contribui para que ele expresse suas opiniões com mais liberdade.  

Com isso, os gestores podem obter uma visão por outra perspectiva sobre o trabalho das equipes, conflitos existentes, entre outros problemas não perceptíveis ao RH. A empresa terá a oportunidade de ouvir alguém que esteve dentro da equipe e que provavelmente teve experiências suficientes para identificar as dificuldades, ter um ponto de vista formado para sugerir soluções e oferecer um feedback genuíno. 

Assim, essas informações podem resultar em melhorias ou uma maior atenção aos problemas já existentes, contribuindo para que os colaboradores da empresa tenham melhores experiências no futuro.  

Além disso, a entrevista de desligamento pode trazer muitos outros benefícios. Continue acompanhando para saber quais são!

Quais são os benefícios da entrevista de desligamento?

Ao obter as informações estratégicas que geram melhorias aos pontos que precisam ser melhorados na organização, muitos outros benefícios começam a surgir. Confira abaixo quais são eles:

Redução do turnover

Uma das maiores vantagens proporcionadas pela entrevista de desligamento é a redução do turnover e, consequentemente, uma maior retenção de talentos. A partir das informações e dados obtidos na entrevista, é possível identificar falhas relacionadas a gestão de pessoas. 

Com isso, os gestores podem planejar soluções e tomar medidas para aumentar o engajamento dos colaboradores ainda presentes na empresa, melhorar o relacionamento interno, entre outras medidas que contribuem para que o colaborador queira permanecer na organização. Entender o porquê um profissional está deixando a empresa é uma ótima forma de melhorar a cultura organizacional e diminuir a taxa de rotatividade. 

Manter a boa imagem da empresa

Outro benefício é manter uma boa impressão sobre a empresa aos olhos de quem está em processo de desligamento. Ao se disponibilizar a ouvir o ex-colaborador, oferecer amparo e entender a perda de emprego do profissional, a organização está humanizando as relações organizacionais e proporcionando uma última experiência positiva. 

Oferecer uma experiência positiva do momento que o colaborador inicia sua jornada na empresa até o seu desligamento, é uma importante ferramenta para manter a boa imagem da organização.

Atração de talentos

Com a boa imagem da empresa através da experiência positiva proporcionada aos seus colaboradores (do início ao fim de sua jornada), a organização também passa a ser bem vista no mercado corporativo. Com essa cultura organizacional, onde o colaborador importa e tem atenção, é possível atrair talentos para a empresa e ter vantagem ao capturar os melhores profissionais do mercado.

Como fazer uma entrevista de desligamento? Veja 4 passos!

Preparamos um passo a passo para você não errar mais na hora de realizar uma entrevista de desligamento. Confira abaixo:

1. Escolha o momento ideal

A primeira etapa para realizar a entrevista de desligamento é saber qual será o momento ideal para realizá-la. É importante os gestores lembrarem que a demissão pode causar nervosismo, choro, entre outras reações que podem prejudicar a coleta das respostas. Por isso, a entrevista precisa ser feita em um momento onde o colaborador já esteja calmo e com as emoções controladas. 

A solução adequada é que a entrevista não seja efetuada no mesmo dia da comunicação da demissão do colaborador, mas em algum dia posterior. A dica é realizá-la no dia em que será preciso levar a documentação para efetuar a rescisão do contrato.

2. Faça o planejamento da entrevista 

O próximo passo é fazer o planejamento de como a entrevista será conduzida. É fundamental que o gestor prepare cada pergunta que irá ser utilizada na conversa. É importante ter perguntas que abordam os seguintes pontos:

  • Causa do desligamento (apenas em casos de demissão voluntária);
  • Clima organizacional;
  • Possíveis melhorias na empresa;
  • Imagem da empresa;
  • Condições de trabalho e do ambiente corporativo;
  • Comunicação interna;
  • Relação com líderes, gestores e colegas de equipe;
  • Política salarial e de benefícios;
  • Dificuldades de progresso na carreira;
  • Desempenho dos setores;
  • Eficiência do trabalho do setor de RH.

3. Realize a entrevista de desligamento

Com o planejamento em mãos, chegou a hora de realizar a entrevista. Antes de iniciar as perguntas, é essencial que o gestor explique ao profissional o porquê essa entrevista é necessária e qual a sua importância. Além disso, é preciso fazer com que a pessoa se sinta confortável, sem que haja tensão na conversa. Lembre-se também de separar a maior parte do tempo para que o ex-colaborador fale, afinal, o intuito da conversa é ouvi-lo.

4. Utilize o feedback para criar soluções 

Após a realização da entrevista, é preciso avaliar as respostas e identificar os pontos que devem ser melhorados. O gestor deve unir essas informações e discuti-las com sua equipe de liderança. Assim, será possível chegar a decisões valiosas para resolver problemas internos e agir de forma estratégica na organização.

Perguntas para realizar na entrevista de desligamento

Para te auxiliar nesta tarefa, preparamos uma lista com as principais perguntas que podem ser utilizadas durante a entrevista. Veja abaixo:

  • Em sua opinião, no que a empresa deveria melhorar e por quê?
  • Qual a sua opinião sobre o ambiente físico da empresa? As instalações eram adequadas para o desempenho das suas atividades?
  • Como era o relacionamento com os seus gestores? E com os seus colegas de equipe?
  • Como foi trabalhar na empresa? Quais sentimentos gerais este trabalho gerou em você?
  • O que você aconselharia a próxima pessoa que ocupará a função que era sua na empresa?
  • Qual seria a solução para o problema que ocasionou o seu desligamento? (apenas em casos de demissão voluntária)
  • Quais mudanças você faria no processo de onboarding da empresa?
  • O que falta no pacote de benefícios oferecido pela empresa?
  • Como você avaliaria a política salarial da empresa em relação ao mercado? Existe algo que você gostaria de ter conhecido no início da sua jornada na empresa?
  • Quais foram as três pessoas da organização que mais tiveram impacto positivo na sua carreira na empresa?
  • Se tivesse oportunidade, você voltaria a trabalhar em nossa empresa? Explique o motivo da resposta;
  • Tem alguma crítica ou comentário sobre algum tema não abordado em nossa entrevista?

Dicas finais para o sucesso de uma entrevista de desligamento

Por fim, listamos algumas dicas finais para você não errar mais nas entrevistas e obter as informações ideais para alcançar melhorias na empresa. Confira:

  • Não obrigue o profissional a realizar a entrevista. Caso ele recuse e não se sinta confortável, não insista. O melhor é respeitar a sua decisão.
  • Não manipule as respostas. Isso evitará o desenvolvimento da empresa;
  • Não se manifeste de forma julgadora. Neste momento, é importante ser um bom ouvinte e conduzir as perguntas com cuidado e atenção;
  • Separe as informações e filtre as respostas valiosas. Lembre-se que o profissional pode estar afetado emocionalmente, fator que influencia suas respostas. Por isso, saiba identificar as respostas estratégicas. 

É possível fazer entrevista de desligamento online?

As entrevistas de desligamento podem ser realizadas através de softwares de RH. Os gestores devem acompanhar o profissional diretamente na plataforma e realizar o processo como seria feito presencialmente. A automatização desta etapa permite maior agilidade e eficiência no processo de offboarding.

A JobConvo possui um software de gestão que realiza não só as entrevistas de desligamento, mas também otimiza todo o processo desligamento e traz diversos de benefícios para todos os setores da empresa. Solicite sua demonstração gratuita e veja na prática todas essas vantagens!

Sobre o autor

JobConvo

A JobConvo foi desenvolvida para crescer com a sua empresa – fornecendo os recursos e a flexibilidade de que você precisa em cada estágio. Se a sua empresa possui 1 ou 10.000 funcionários, pode contar conosco. Atualmente nossas soluções abrangem plataforma de Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção e admissão digital, onde você pode gerir todo o processo com um sistema com inteligência artificial.

Idiomas

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais