Geração Z no mercado de trabalho

Geração Z no mercado de trabalho

A cada dia que passa o mercado de trabalho exige colaboradores modernos, preparados e dinâmicos para lidar com as adversidades que as organizações oferecem diariamente e uma das gerações mais preparadas para esses desafios é a geração Z.

Conhecida como uma geração conectada, que surgiu ao mesmo tempo que a transformação digital que se instalou no mundo no final dos anos 90, ela veio também para repaginar o mercado de trabalho como um todo.

Mas, uma das dúvidas mais comuns é, o que exatamente essa geração veio para mudar, quais são suas principais características e claro, o que esperar delas nas organizações?

Se esse é um assunto que lhe interessa, se prepare, pois abaixo responderemos todas essas perguntas e algumas mais. Vamos começar?

 

plano-gratis-jobconvo

O que é a geração Z?

Geração Z é o nome dado para as pessoas que nasceram entre 1995 a 2010. Inclusive, esse grupo se tornou a maior população em 2020, segundo a ONU. Estamos falando de uma geração que passou por diversas situações, como:

  •       Crises sociais, políticas e econômicas;
  •       Acontecimentos terroristas como 11 de setembro;
  •       Adaptação a rotinas antigas com as criadas por eles próprios.

Trata-se de uma geração que se conecta o tempo todo através de redes sociais e aplicativos que o ajude a estar em contato constante com outras pessoas através, em sua maioria, de mensagens.

Diante de diversos cenários caóticos, estamos falando de um grupo de pessoas menos idealista, mais pé no chão e muito prática. Por nascer em momentos diferentes, essa geração, claro, pensa bem diferente das anteriores, inclusive, com relação ao mercado de trabalho.

O que a geração Z pensa a respeito do mercado de trabalho?

Uma pesquisa desenvolvida pela Gente Globo, apontou que a geração Z avalia três aspectos para escolher uma empresa:

  •       Propósito da organização;
  •       O ambiente concede oportunidades de crescimento;
  •       O salário para a execução do serviço.

Além disso, a geração sabe que o atual momento do mercado de trabalho é mais competitivo e que eles irão precisar se dedicar mais do que as gerações anteriores para conquistarem um posto de sucesso.

Outra pesquisa, desenvolvida pela Meio e Mensagem, apontou que 96% dos entrevistados acreditam que um líder bom é aquele que irá guiar a equipe ao desenvolvimento e compartilhar o que ele sabe sobre

Segundo o IBGE, 23 milhões de jovens Z ocupam atualmente o posto de trabalho, um número que deve crescer muito nos próximos anos.

Quais são as principais características da geração Z?

– Conexão:

A geração Z nasceu e cresceu em um mundo conectado, assim, ele não se imagina em uma situação diferente.

Entretanto, isso está longe de significar que ele não valoriza outro tipo de contato. Na verdade, eles valorizam muito o contato cara a cara, principalmente em um ambiente de trabalho.

Segundo uma pesquisa desenvolvida pela Inc, 90% da geração Z prefere ter contato com pessoas inovadores no ambiente de trabalho ao invés de uma nova tecnologia.

Além disso, a mesma pesquisa revelou que 72% preferem falar com as pessoas pessoalmente, e valorizam muito no ambiente de trabalho boas relações geradas com um bom diálogo.

– São mais proativos que as gerações anteriores:

Outra característica importante da Geração Z é que eles são bem mais proativos que a geração anterior, se oferecendo para participar dos processos.

Além disso, essa geração consegue concluir os trabalhos com maior rapidez e não ficam esperando para resolver outra tarefa. É comum que, depois de finalizar uma atividade, eles tendem a se envolver com outras tarefas.

– Criatividade:

A criatividade também é parte importante dessa geração que consegue pensar de maneira diferente das anteriores. É justamente esse ponto que as torna tão inovadoras.

Por essa e outras razões os processos burocráticos não são com eles, que pensam em otimizar ao máximo as tarefas para focar naquilo que realmente importa.

– É uma geração mais social:

A Geração Z traz os jovens mais sociais que existem. De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Socialnomics, nos Estados Unidos, 92% das crianças têm, pelo menos, um perfil em uma rede social.

Essas são pessoas que se sentem muito mais confortáveis de não ter somente uma única maneira de se comunicar e se expressar, o que os tornam a geração mais aberta a aprender e entender as diferenças de outras pessoas.

– Multitarefas:

Já falamos anteriormente, mas, vale lembrar que essa geração nasceu com o crescimento da internet, então, eles são apegados à tecnologia.

Esse passo, com certeza, fez com que eles se tornassem muito mais produtivos e ágeis. Essa é uma característica fundamental para empresas que buscam colaboradores que precisam se atentar a diversos detalhes ao mesmo tempo.

Como cativar a geração Z no mercado de trabalho?

– Oferecer bons salários:

Como falamos anteriormente, a Geração Z já passou por algumas dificuldades. É comum encontrar famílias que compõem a vida desse jovem que já passou por dificuldades, seja os pais se separarem, perder o emprego e passar por uma instabilidade econômica.

Por essa razão, os jovens acabam combinando a busca pelas inovações trazidas pela Geração Y, com uma maneira muito mais clara e realista de lidar com a vida profissional.

Portanto, você notará que a Geração Z valoriza muito mais a segurança financeira que o trabalho oferece e é considerado mais responsável do que as gerações anteriores. Assim, o grupo acaba buscando por benefícios no trabalho que vão muito além do ambiente de trabalho amigável e de descontração.

Segundo uma pesquisa desenvolvida pelo Deloitte, os jovens Z esperam que as empresas ofereçam maior apoio a situações como:

  •       Saúde mental;
  •       Jornadas flexíveis;
  •       Oportunidades para desenvolver habilidades.

Corroborando com a pesquisa anterior, o estudo feito pelo MIT Sloan School of Management apontou que esse pensamento da Geração Z se tornou uma tendência mundial, onde os dados apontados são:

  •       88% buscam por horários flexíveis;
  •       77% buscam por bônus;
  •       69% desejam plano de saúde;
  •       38% desejam benefícios como creche e academia;
  •       31% buscam empresas que ofereçam trabalho voluntário durante o expediente.

– Oferecer a chance de crescer:

A chance de crescer na empresa é um item de forte atração para os jovens Z, pois são considerados uma geração de empreendedores natos. É comum vê-los com um espírito inquieto, sempre buscando conhecimento.

Assim, eles buscam sempre alternativas de subir mais e mais degraus, necessitando constantemente de feedbacks que os ajudem a melhorar e se destacar em suas posições.

– Deixar o propósito da empresa claro:

As empresas que estão apresentando os seus propósitos bem definidos tendem a atrair muito mais o interesse da Geração Z. Isso acontece porque, com valores bem definidos, os jovens Z conseguem se nortear melhor do que esperar da empresa.

Essa geração não escolhe o emprego apenas por uma proposta interessante de trabalho ou a chance de crescer na empresa. Para o grupo, pesa muito o motivo pelo qual a empresa existe e qual é o propósito dela.

Uma vez na empresa, os valores da empresa conseguem dar uma força a mais para esse grupo trabalhar. É justamente o modo de pensar da organização que fará com que eles se levantem da cama mais dispostos.

Portanto, se comunique de maneira clara e mostre qual é o propósito da empresa antes de abrir uma vaga para captar um talento da Geração Z.

– Oferecer espaço para inovação:

Já falamos que a Geração Z é muito conectada, mas, além disso, ela também é criativa e não busca nenhuma autoafirmação, afinal de contas, eles são muito mais práticos que as gerações anteriores.

Todas essas características são a junção perfeita de habilidades para poder olhar os problemas com uma óptica diferente e avaliar possíveis soluções.

Portanto, ao buscar talentos da Geração Z, aproveite essa habilidade para que eles possam levar os melhores resultados para a sua operação.

A Geração Z é a mais propensa a mudar de emprego

De maneira geral, a Geração Z é a mais propensa a mudar de emprego. Isso acontece devido à falta de identificação com o que estão fazendo, não encontrando conexão com o que a própria empresa defende.

Diante desta situação, eles deixam de trabalhar motivados, o que é visto como algo bem ruim e logo passam a buscar por novos desafios. A liderança, inclusive, é uma parte determinante nesta desmotivação.

Normalmente, as empresas que fazem discursos de propósitos e valores apenas de fachada e não agem de acordo com as ideias defendidas são rapidamente despedidas pelos integrantes dessa geração.

Não se esqueça que estamos falando de uma geração que busca segurança, mas não vai pensar duas vezes ao deixar a empresa para ir em direção a um propósito maior, mudando de emprego sempre que considerar necessário.

 

 

A Geração Z atuando no mercado de trabalho é ainda um grande desafio para as organizações que se recusam a evoluir e encontrar as melhores práticas do mercado.

Encontrar a melhor forma de realizar o processo de recrutamento e seleção ou oferecer uma posição na empresa que realmente engaje esse público não é dos mais simples, mas, ao trabalhar com eles, as suas chances de obter uma equipe inovadora, afinal, estamos falando de um público que sabe muito bem onde quer chegar e não tem limites para isso.

 

plano-gratis-jobconvo

Sobre o autor

JobConvo

A JobConvo foi desenvolvida para crescer com a sua empresa – fornecendo os recursos e a flexibilidade de que você precisa em cada estágio. Se a sua empresa possui 1 ou 10.000 funcionários, pode contar conosco. Atualmente nossas soluções abrangem plataforma de Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção e admissão digital, onde você pode gerir todo o processo com um sistema com inteligência artificial.

Newsletter BR

Pesquisa Vagas

Vagas Tech

PodCast

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais