Importância da ergonomia no trabalho e seus benefícios para a empresa

5 (100%) 1 vote[s]

Ergonomia: o que é?

A ergonomia é conhecida como o estudo da relação entre o homem e o seu ambiente laboral. A ergonomia no trabalho oferece ao indivíduo, o conforto necessário, métodos de prevenção de acidentes e de patologias específicas para os diferentes tipos de atividades que são executadas. A má postura e esforços repetitivos, podem causar leões e males  males comprometem e prejudicam a saúde do trabalhador e, consequentemente, pode impossibilitar que os profissionais continuem executando a mesma função.

Acredite ou não, a ergonomia pode facilitar seu trabalho e manter seu quadro de funcionários mais seguros. Independentemente da sua indústria ou do tamanho da sua empresa, a ergonomia aplicada pode ajudá-lo a ter uma boa noite de sono. Juntamente com a satisfação de que sua força de trabalho estará protegida contra riscos e fatores de risco de ergonomia, os lucros de sua empresa permanecerão com a empresa em vez de serem usados ​​para pagar indenizações trabalhistas.

A ergonomia deve ser incorporada e vista como um valor organizacional. Ela precisa ser integrada a uma cultura corporativa e ser integrada em tudo o que qualquer empresa faz diariamente.

Na maioria das vezes, os colaboradores acabam passando mais horas de seus dia na empresa do que em seu lar. Por isso, a ergonomia é fundamental na empresa para garantir que todas essas horas de trabalhos sejam mais produtivas, saudáveis e confortáveis.  A produtividade e satisfação no trabalho faz toda a diferença na lucratividade do negócio.

Importância da ergonomia no ambiente de trabalho

Aqui estão cinco dos benefícios comprovados de um forte processo de ergonomia no local de trabalho:

1. Ergonomia melhora a produtividade. As melhores soluções ergonômicas geralmente melhoram a produtividade. Ao projetar um trabalho para permitir uma boa postura, menos esforço, menos movimentos e melhores alturas e alcances, a estação de trabalho torna-se mais eficiente e confortável para o colaborador.

3. Ergonomia melhora a qualidade. A ergonomia pobre leva a trabalhadores frustrados e fatigados que não fazem o melhor trabalho. Quando a tarefa de trabalho está sobrecarregando fisicamente o trabalhador, eles podem não executar seu trabalho como se tivessem sido treinados. Por exemplo, um funcionário pode não apertar um parafuso com força suficiente devido a um requisito de alta força que poderia criar um problema de qualidade do produto.

4. Ergonomia melhora o engajamento dos funcionários. Os funcionários percebem quando a empresa está envidando seus melhores esforços para garantir sua saúde e segurança. Se um funcionário não sentir cansaço e desconforto durante o dia de trabalho, ele pode reduzir a rotatividade, diminuir o absenteísmo, melhorar o moral e aumentar o envolvimento dos funcionários.

5. A ergonomia cria uma cultura de segurança melhor. A ergonomia mostra o compromisso da sua empresa com a segurança e a saúde como um valor central. O efeito cumulativo dos quatro benefícios anteriores da ergonomia é uma cultura de segurança mais forte para a sua empresa. Funcionários saudáveis ​​são seu bem mais valioso; Criar e fomentar a cultura de segurança e saúde em sua empresa levará a um melhor desempenho humano para sua organização.

6.A ergonomia no trabalho resulta em um economia de 2,5 vezes o investimento nas medidas de segurança no local. Os custos das medidas de segurança no local de trabalho resultam em uma economia de 2,7 vezes o investimento. Uma forte integração ergonômica evita lesões e aumenta a produtividade. Juntos, eles tornam o local de trabalho mais seguro e reduzem os custos.

Tipos de ergonomia

Saiba quais são os principais tipos de ergonomia e como pode ser aplicada em diferentes ambientes de trabalho:

1- Ergonomia de correção

Interfere de maneira restrita e parcial, onde há a modificação de alguns elementos como temperatura, iluminação, ruídos e sons, dimensões.

2- Ergonomia de concepção

É aplicada no projeto do ambiente, visa uma melhor organização do trabalho, do uso correto dos equipamentos, melhor postura dos funcionários e dos sistemas de produção

3- Ergonomia Participativa

Visa a criação de um Comitê Interno de Ergonomia (CIE), focado em achar soluções de conscientização e viabilização de um projeto ergonomicamente correto e saudável para os colaboradores da organização.

4- Ergonomia de Conscientização

Envolve a realização de palestras, treinamentos e cursos com o intuito de educar e ensinar colaboradores sobre os costumes e métodos de trabalho que são prejudiciais à saúde — como a má postura, uso inadequado de equipamentos e trabalho em excesso.

Qualquer fator que afeta a motivação, satisfação e saúde do trabalhador durante a realização de sua função pode comprometer a sua produtividade e os resultados da organização. Por isso a empresa que não possui um ambiente de trabalho ergonomicamente adequado, pode comprometer suas metas.