LNT: Entenda o processo de Levantamento das Necessidades de Treinamento

LNT: Entenda o processo de Levantamento das Necessidades de Treinamento

Começo de ano é um período de muito planejamento e estratégias no mundo corporativo. Porém, mais do que desenvolver essas estratégias, é necessário realizar uma manutenção delas ao longo do ano, assim como o Levantamento das Necessidades de Treinamento (LNT), que possui importância em diversas situações que podem acontecer em uma empresa.

O que é Levantamento das necessidades de treinamento LNT?

O Levantamento de Necessidade de Treinamento é uma pesquisa interna realizada com o objetivo de identificar se existe a necessidade de novos treinamentos para a capacitação dos colaboradores, um dos fatores mais importantes para o desempenho dos profissionais.

Por isso, caso sua equipe se encontre desfalcada, é importante saber o que está faltando e como isso pode ser suprido.

Além disso, investir no desenvolvimento dos seus colaboradores está sempre no melhor interesse da gestão, pois quanto mais preparada estiver sua equipe, mais otimizada será os resultados, com qualidade e alta performance.

Para isso, o levantamento das necessidades de treinamento (LNT) identifica o nível atual das competências dos colaboradores e compara com o nível necessário para cada função dentro da organização.

Qual a importância de um Levantamento das Necessidades de Treinamentos?

É por meio do levantamento das necessidades de treinamentos que são desenvolvidas as estratégias necessárias para preencher o gap entre o momento atual da empresa e seus objetivos finais. Dessa forma, os investimentos em treinamentos e capacitações irão gerar resultados verdadeiros para a organização.

Isso porque ele disponibiliza dados valiosos que ajudam a decidir qual o treinamento necessário para cada função e colaborador.

Além disso, ações pensadas para valorizar os colaboradores e oferecer incentivos de desenvolvimento são capazes de melhorar a produtividade e motivação dos profissionais, além da melhora do conhecimento e a técnica da equipe, favorecendo o crescimento do negócio.

Quando o LNT deve ser realizado?

O levantamento pode ser feito a qualquer momento. Na maioria das vezes é feito nas seguintes circunstâncias:

  • Após a contratação;
  • No desenvolvimento de carreira;
  • Durante o planejamento de sucessão;
  • Durante os tempos de revisão do desempenho;
  • Quando é necessário a melhora do desempenho;
  • Quando envolve mudanças na quantidade de colaboradores.

É recomendada a realização desses levantamentos periodicamente para medir mudanças nas competências dos colaboradores e, também, na efetividade do programa de treinamento.

Como é feito o levantamento das necessidades de treinamento? Confira o passo a passo

Para aplicar o processo de levantamento das necessidades de treinamento de forma assertiva, é necessário seguir passos simples, mas que farão toda a diferença no resultado final. Confira abaixo:

1º passo: pesquisas

Ao fazer um levantamento das necessidades de treinamento, é importante realizar pesquisas com funcionários e clientes. Isso pode te ajudar a oferecer um melhor atendimento, por exemplo.

2º passo: avaliação de desempenho

O objetivo é ajudar no desenvolvimento de treinamentos específicos ou gerais. A avaliação de desempenho analisa o nível de execução do profissional identificando se é satisfatória ou não, de acordo com o que foi inserido na descrição dos cargos.

Lembrando que a avaliação de desempenho não possui foco apenas na parte técnica, mas também ajuda a identificar as lacunas existentes de competências comportamentais.

3º passo: entrevistas

As entrevistas individuais podem ser realizadas com os colaboradores, gerentes, clientes e até mesmo fornecedores externos, analisando a experiência em determinado assunto a partir de diversos pontos de vista. Isso contribui para que o levantamento seja mais assertivo.

4º passo: testes e avaliações

A avaliação de desempenho, geralmente, é realizada através de questionários online ou em plataformas que disponibilizam ferramentas para isso. Seu objetivo é identificar quais soft e hard skills cada profissional domina e quais precisam ser aprimoradas.

Além dela, é importante avaliar o desempenho que cada colaborador obteve durante o treinamento. Para isso, é recomendado aplicar testes sobre o assunto abordado antes e depois do treinamento.

Dessa forma, o setor de T&D contará com dados precisos sobre a efetividade da capacitação oferecida e se os objetivos da empresa foram alcançados.

5º passo: feedbacks e questionários

A opinião dos líderes sobre seus liderados é extremamente importante para obter informações relevantes sobre quais colaboradores precisam de treinamentos e a aplicação ideal para cada um, de acordo com cada perfil comportamental

É necessário reservar um momento para um bate-papo com gerentes e supervisores, utilizando a oportunidade para questionar sobre os processos da equipe, resultados que cada colaborador conquistou, se as metas estão sendo batidas e se houve evolução nos últimos meses.

Por meio dessas informações, também é possível definir o treinamento ideal que cada colaborador e equipe necessita.

6º passo: observação 

Observar os acontecimentos da empresa é uma das formas mais eficientes de identificar as necessidades de treinamento. Dessa forma, é possível perceber sinais como alto absenteísmo, turnovers, resultados ineficientes, falta de motivação, insatisfações e conflitos.

7º passo: análise dos indicadores

Atualmente, o profissional de RH está munido de dados sólidos que o auxiliam na tomada de decisão sobre quais treinamentos oferecer. 

O mapeamento de perfil comportamental é um dado essencial para uma gestão eficaz. Por meio dele, é possível segmentar os colaboradores em grupos e direcionar treinamentos relevantes.

Dessa forma, o colaborador não se sentirá desmotivado ao realizar a capacitação exigida pela empresa.

Além disso, existem softwares de inteligência de dados, capazes de realizar pesquisas de clima dentro da organização e também avaliação de desempenho, tornando o processo menos trabalhoso, além de aumentar a motivação e o engajamento da equipe.

8º passo: entrevista de saída

A entrevista de saída é uma excelente oportunidade de saber a opinião de um colaborador que está deixando a empresa.

Essa conversa não deve ser obrigatória dentro da organização, porém, o setor de RH deve consultar o profissional que está se desligando para saber se ele deseja participar, elaborando perguntas relevantes para o desenvolvimento da empresa.

Para isso, é recomendado coletar informações sobre produtos, processos e os treinamentos de capacitação que deixaram de ser oferecidos ao profissional, mas que seriam relevantes para que ele se desenvolvesse.

Indicadores importantes para o LNT

É importante acompanhar a aplicação dos treinamentos e analisar as ações que estão gerando melhor retorno. Afinal, o objetivo é promover algum benefício para o negócio e seus processos.

Para isso, aqui estão alguns indicadores que te ajudam a avaliar o sucesso do seu levantamento:

1. Desligamentos voluntários

O desligamento voluntário é uma das métricas que necessita de mais atenção. Ao deixar a empresa, o colaborador não transforma o conhecimento recebido em benefício para o negócio, o que traz prejuízo para o investimento feito.

Por isso, é necessário analisar o que tem causado esses desligamentos, buscando entender cada situação.

2. Índice de satisfação da equipe

Outro fator que revela muito sobre a qualidade do treinamento interno  é o índice de satisfação da equipe com o processo e com o próprio desempenho após sua aplicação. Além de ser um bom parâmetro para medir a qualidade do trabalho, é uma boa forma de avaliar os resultados práticos do investimento.

3. Produtividade per capita 

A produtividade per capita é o indicador que melhor reflete o desenvolvimento obtido através de um treinamento interno, revelando o nível de produtividade total dividido pelo total de membros na equipe.

É normal que alguns colaboradores sejam mais produtivos que outros, porém, o mais  importante é que a equipe em geral tenha uma boa média.

Descubra aqui como continuar a desenvolver ações em seu RH para torná-lo cada vez mais estratégico.

Sobre o autor

JobConvo

A JobConvo foi desenvolvida para crescer com a sua empresa – fornecendo os recursos e a flexibilidade de que você precisa em cada estágio. Se a sua empresa possui 1 ou 10.000 funcionários, pode contar conosco. Atualmente nossas soluções abrangem plataforma de Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção e admissão digital, onde você pode gerir todo o processo com um sistema com inteligência artificial.

Sobre a JobConvo

Plataforma Líder em Gestão para Processos de Recrutamento e Seleção

  • Crie requisições;
  • Personalize e automatize as etapas dos processos;
  • Compartilhe as vagas em diversos canais;
  • Aplique testes técnicos;
  • Faça o Fit Cultural e a tendência de comportamento dos candidatos;
  • Analise as vídeo entrevistas;
  • Compartilhe os finalistas com gestores;
  • Analise os relatórios;
  • Faça a admissão digital.

Saiba mais