Quando falamos do clima dentro de uma empresa, estamos falando diretamente de desempenho. Afinal, que colaborador não costuma ter mais dedicação quando está satisfeito com o ambiente de trabalho? A pesquisa de clima organizacional analisa a percepção de toda a organização e é uma das ferramentas mais eficientes e estratégicas do RH.

Mas, nem todas as empresas dão a devida importância a essa ferramenta e acabam tendo que lidar com um ambiente pesado e desgastado, além de diversos conflitos internos. 

Quando uma companhia se encontra nesse estado, o RH deve entrar em ação com esta pesquisa. Assim, será possível gerar um melhor ambiente de trabalho e produzir um ótimo crescimento coletivo.

Neste artigo, vamos te explicar a importância da pesquisa de clima organizacional, como funciona e seus inúmeros benefícios. Confira!

O que é pesquisa de clima organizacional?

A pesquisa de clima organizacional é uma ferramenta estratégica utilizada pelo RH. Ela analisa a percepção coletiva dos colaboradores sobre a empresa e o ambiente de trabalho ao qual estão inseridos. 

É como se fosse um raio-x da organização, ajudando a avaliar diferentes aspectos internos. Este processo é extremamente valioso e tem grande influência no crescimento da empresa. 

As pesquisas podem ser feitas de forma física ou virtual, através de formulários com perguntas sobre a experiência, satisfação e engajamento do colaborador dentro da companhia.

Qual é o objetivo da pesquisa de clima organizacional?

O objetivo é capacitar os gestores a enxergar pelos olhos de cada colaborador e analisar como está o clima na organização. Assim, eles têm um conhecimento cada vez maior sobre quais ações precisam ser tomadas, para que haja melhorias no engajamento entre toda a equipe.

Este processo é essencial para o RH se posicionar como um setor estratégico. Ao reunir todas as informações contidas nos formulários já preenchidos, ele pode fazer análises preditivas com muito mais propriedade e embasamento sobre o cenário atual da organização. 

Então, é possível propor diversas ações baseadas nessas estatísticas, contribuindo para o avanço da empresa.

Quais as vantagens da pesquisa de clima organizacional?

São inúmeros os benefícios que uma pesquisa de clima organizacional pode proporcionar. Os principais são:

Planejamento estratégico eficiente

A pesquisa permite a elaboração de um planejamento estratégico muito mais eficiente, identificando pontos positivos e negativos da equipe em termos de relacionamento. Assim, o RH pode se fortalecer ainda mais e planejar melhorias.

Melhora na comunicação

Melhoria na comunicação entre a empresa e os colaboradores. Eles se sentem ouvidos e percebem que a organização está preocupada com seu bem-estar no ambiente de trabalho. Isso gera boa convivência e menos estresse no trabalho.

Aumento da produtividade

Com a diminuição de conflitos internos, há um melhor desempenho por parte da equipe e a produtividade aumenta. Quando o colaborador está satisfeito, o nível de contribuição individual aumenta, gerando melhorias para ambas as partes. Além de diminuir a taxa de turnover, melhorando a reputação da empresa.

Como é feita uma pesquisa de clima organizacional?

Alguns passos são imprescindíveis na hora de colocar em prática a pesquisa de clima organizacional. Listamos 5 pontos essenciais neste processo, confira: 

1. Faça um bom planejamento 

Como tudo dentro de uma empresa, o planejamento é uma etapa de extrema importância. É preciso analisar os seguintes pontos:

  • Qual o tempo de duração da pesquisa?
  • Quem ficará encarregado pela distribuição da pesquisa?
  • Quem avaliará os resultados?
  • Como os colaboradores ficarão sabendo do resultado?

Também é importante que o RH conheça a fundo a cultura da empresa, seus objetivos e planejamentos estratégicos. Assim, o setor saberá qual o momento ideal para realizá-la e estarão aptos a definir as perguntas ideais para entrar no questionário.

2. Defina qual será o questionário de pesquisa

Neste passo é preciso saber qual o objetivo principal da organização ao realizar a pesquisa. É necessário estar atento as perguntas que irão ser feitas, pois não é válido perguntar sobre situações que não vão poder ser resolvidas ou modificadas. 

As perguntas precisam ser claras e objetivas. Alguns exemplos são:

  • Você entende a estratégia de metas da empresa?
  • Você considera a sua remuneração adequada às funções que exerce?
  • Seu time se relaciona de forma harmoniosa e amigável?
  • Você tem as informações necessárias para tomar as decisões corretas em relação ao seu trabalho?
  • Você confia na postura de liderança do seu gestor?

Também é ideal que tenha um campo aberto por último, assim é possível falar sobre situações que não foram questionadas. 

3. Explique o que é e conscientize a equipe

Toda a equipe precisa estar ciente do que é uma pesquisa de clima organizacional. Precisam entender o porquê é necessário a sua aplicação e quais são possíveis consequências e benefícios. 

Nesta etapa, não se esqueça de informá-los que a pesquisa é totalmente sigilosa e não causará nenhum constrangimento. Assim, eles ficarão tranquilos e sem preocupações ao realizá-la.

O ideal é que a pesquisa seja realizada ao mesmo tempo por todos e sem interferências externas. Isto também precisa ser comunicado a equipe. 

4. Junte as informações e analise os resultados

Afinal, como avaliar uma pesquisa de clima organizacional? Esta etapa exige tempo, dedicação e cuidado. Será necessário coletar todos os dados e fazer uma boa análise. Identifique as queixas gerais e individuais, além de separar aquilo que precisa de alguma ação urgente.

Por fim, o RH precisa se reunir e elaborar um diagnóstico geral do clima organizacional. A partir daí, será possível criar um plano de ação com medidas corretivas e preventivas.

Nesta fase, é muito importante a utilização de gráficos e tabelas. A dica é unir todos os dados em um só lugar. Fazendo isso, as análises ficarão muito mais ricas, além de facilitar a apresentação aos gestores.

Lembre-se de arquivar todas as análises, para que futuramente seja possível consultar e conferir as mudanças e os benefícios que trouxeram.

5. Crie um plano de ação e comunique os resultados

Sempre que for levar os resultados aos colaboradores, é preciso vir acompanhado com um possível plano de ação e garantir a eles que o RH estará trabalhando para que cada ação seja efetuada com sucesso. 

Ao comunicar, é preciso estar atento aos pontos mais sigilosos, sendo necessário não apontar opiniões específicas demais, mas colocá-las de forma mais geral.

Com qual frequência a pesquisa precisa ser feita? 

É importante estabelecer uma periodicidade para fazer a pesquisa de clima organizacional. Assim, é possível ter um feedback constante vindo de todo o time de colaboradores. 

A sugestão é fazer ao menos 2 vezes por ano. Contudo, essa definição dependerá do cenário da organização. O ideal é que entre uma pesquisa e outra, tenha tempo suficiente para uma boa análise dos formulários preenchidos, criação do plano de ação, e por fim, colocá-lo em prática.

Uma constante prática deste processo irá melhorar a saúde da sua organização. Outro fator importante, é que também irá gerar um melhor engajamento dos colaboradores com a cultura da empresa, que muitas vezes já entram sem essa afinidade.

Essa afinidade já começa no período de recrutamento e seleção, e pode ser avaliada através do teste fit cultural. Com ele é possível medir a afinidade de cultura entre candidato e empresa, evitando a escolha errada de profissionais e problemas futuros. Alguns softwares já oferecem esse recurso, auxiliando o setor de RH.

Agora que você já sabe tudo sobre pesquisa de clima organizacional, que tal aprender um pouco sobre como funciona o teste fit cultural e seus benefícios? Clique aqui e confira!