Os avanços da tecnologia trouxeram muitos benefícios ao mundo corporativo. As organizações passaram a utilizar ferramentas que auxiliam todo o funcionamento dos setores, principalmente na área de RH. Porém, a Internet também trouxe alguns perigos, colocando em risco a segurança de dados e informações confidenciais. Por isso, a segurança da informação se tornou essencial dentro das empresas.

Dentro deste cenário, surgiu a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que tem como objetivo a privacidade e segurança de dados, seja essas informações dos clientes, colaboradores ou fornecedores. Com isso, é fundamental que os gestores saibam o que é segurança da informação, sua importância e como ela pode ser aplicada no RH.

Continue acompanhando a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre como proteger e garantir que as informações da sua empresa estejam seguras, evitando ataques, ameaças e vazamentos de dados. Confira!

O que é segurança da informação?

A segurança da informação, também conhecida como InfoSec, é um conjunto de ações e práticas que têm o objetivo de proteger todas as informações de uma empresa. Ela procura garantir que não haja acessos não autorizados no sistema da organização ou o uso impróprio de dados. Isso contribui para que não ocorram ataques, vazamentos de informações e outros possíveis golpes. 

São utilizadas diversas técnicas e mecanismos para que a empresa se mantenha segura, garantindo a confidencialidade, autenticidade, disponibilidade e integridade de todos os dados. Confira alguns fatores que precisam ser protegidos pelas ferramentas de segurança da informação:

  • Proteger os dados armazenados online;
  • Controlar o acesso dos usuários aos dados da empresa;
  • Prevenir e combater ataques virtuais;
  • Identificar as vulnerabilidades no sistema;
  • Determinar novas regras para a gestão de informações.

Os 4 pilares da segurança da informação

Para que haja a proteção eficiente dos dados de uma empresa, a segurança da informação possui 4 pilares fundamentais. As medidas de segurança precisam garantir que esses aspectos sejam cumpridos para que o processo seja efetuado com êxito. Confira abaixo quais são eles:

Confidencialidade

A confidencialidade é um dos pilares que permite o acesso à informação somente por aqueles que foram autorizados pelo próprio proprietário da informação. É um fator de extrema importância para as empresas, pois os dados vazados podem trazer muitos problemas, como por exemplo o vazamento dos dados de clientes através de hackers e golpistas.

Além disso, com informações vazadas da empresa, os dados estratégicos podem ser expostos e acabar gerando vantagem competitiva para os demais concorrentes do mercado. Todas essas situações podem trazer prejuízos financeiros e fazer com que o cliente não tenha mais confiança na empresa.

Para o RH, também é fundamental que a confidencialidade esteja presente, pois o setor contém muitos dados pessoais. É essencial que apenas pessoas autorizadas e de confiança acessem os dados de candidatos, colaboradores ou da própria empresa. Tornar esses dados públicos pode ser ilegal e acabar trazendo muitos problemas a empresa.

Integridade

A integridade das informações também é um fator fundamental. Ela garante que a informação se mantenha com as características que foram estabelecidas inicialmente, mesmo que haja autorização para mudanças.  Por isso, é preciso ter um controle de todas as alterações e de todo o ciclo de vida da informação.

Também é importante que haja backups constantes para preservar a integridade dos dados e não acabar perdendo informações e dados importantes.

Disponibilidade

A disponibilidade permite que os dados e informações estejam sempre disponíveis aos que têm acesso autorizado. Assim, eles podem ser utilizados no momento em que forem requisitados, garantindo assim a agilidade dos processos.

Alguns ataques podem fazer com que esses dados fiquem indisponíveis e acabar prejudicando a organização. Por isso, é preciso ter a segurança e certeza que os dados vão estar disponíveis para uso. Pensar nesses fatores é essencial para tomar medidas mais precisas de segurança.

Autenticidade

Por fim, a autenticidade é um dos pilares que garante que a informação seja realmente da fonte original que foi anunciada e não sofreu mudanças em seu percurso. Ela trabalha contra fraudes onde pessoas externas se passam por colaboradores. Por exemplo, é muito comum o envio de emails falsos que se assemelham ao original e fazem com que os clientes cliquem e tenham seus dados clonados. 

A segurança e controle dessas situações evitam problemas que podem trazer danos a empresa, gerar muitas reclamações e falta de confiança dos clientes.

A segurança da informação é 100% eficiente?

É importante que as empresas e seus gestores saibam que não há como garantir que as informações e dados estejam 100% seguros e não sofram ataques e invasões. Mesmo com todas as ferramentas e técnicas, ainda assim podem ocorrer ameaças digitais. 

Isso porque a tecnologia continua avançando com os anos e novos softwares e hardwares surgem de forma cada vez mais evoluída. Porém, com as ferramentas da segurança da informação o risco diminui consideravelmente, além de serem imprescindíveis para superar os ataques e resolvê-los com agilidade e eficiência. 

A importância da segurança da informação no RH

Atualmente, a segurança da informação é um dos fatores essenciais para o bom funcionamento de toda a organização. E um dos setores mais beneficiados é o RH. Isso porque ele possui diversas informações e dados sigilosos.

É fundamental que o RH saiba gerenciar isso de forma eficiente para que não ocorra vazamentos dos dados de colaboradores e candidatos. Afinal, esses dados têm relação com o movimento financeiro da empresa, planejamentos estratégicos, negociações em andamento, benefícios e entre outras rotinas do setor. 

Além disso, o setor fica encarregado de fazer a movimentação desses dados constantemente. Por isso, é preciso que haja segurança e proteção necessária para evitar futuros problemas. 

O ideal é utilizar softwares que já forneçam essa proteção e andem em conformidade com a LGPD. Assim, a empresa irá reduzir o risco e prejuízo causado pela falta da segurança da informação.

A Lei LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados)

Diante deste cenário de perigos e ameaças gerado pelos avanços da tecnologia, surgiu a lei LGPD, que é a sigla para Lei Geral de Proteção de dados (lei 13.709/2018). Ela foi sancionada em 2018 e visa proteger os dados de cidadãos brasileiros, sejam pessoas físicas ou jurídicas.

Esses dados pessoais são definidos como “dados sensíveis”, ou seja,  é qualquer tipo de informação que possa identificar alguém: nome, endereço, orientação sexual, idade, etnia, etc. 

Com isso, a segurança da informação não será mais uma opção, mas se tornará uma rotina obrigatória. Após a lei entrar em vigor, esses dados precisarão ficar obrigatoriamente protegidos e só poderão ser utilizados com uma finalidade específica e com o consentimento e autorização do proprietário da informação.

Porém, com a pandemia, ela não entrará em vigor em agosto de 2020, mas foi adiada para maio de 2021. Assim, as empresas terão tempo para se adaptar e encontrar as soluções e ferramentas necessárias para andar em conformidade com a nova lei.

Segurança da informação no trabalho remoto

Com a pandemia causada pelo Covid-19, diversas organizações optaram por trabalhar remotamente. Com esse aumento no home office, o número de ataques aumentaram e causaram prejuízos nas empresas. Por isso, é imprescindível que haja um maior cuidado com a segurança de dados e informações nesse período para que essas ameaças sejam evitadas. Confira algumas dicas para te auxiliar neste processo:

  • Crie novas diretrizes de segurança e informe aos colaboradores quais serão as novas rotinas adotadas pela empresa no ambiente de trabalho virtual;
  • Não utilize programas ou softwares que não são os usuais da empresa e que não foi o TI que instalou;
  • Realize um backup de informações regularmente;
  • Tenha cuidado para que ninguém acesse links suspeitos e falsos;
  • Tenha um antivírus eficiente;
  • Utilize uma rede segura para controlar o acesso ao sistema da empresa e permitir que apenas pessoas autorizadas possam acessar;
  • Utilize senhas fortes.

Como implementar a segurança da informação no RH?

Afinal, como implementar e otimizar a segurança da informação no RH? Confira abaixo os passos essenciais para realizar este processo:

1. Crie uma nova política de segurança

Todos os colaboradores de uma empresa participam do processo de segurança da informação. Afinal, através de suas rotinas de trabalho diárias é possível facilitar a entrada de ataques com usos inadequados causados por falta de conhecimento.

Por isso, é essencial que seja criada uma nova política de conduta e segurança para colocar novas regras na organização. Assim, toda a equipe deverá seguir essas normas e isso irá auxiliar o processo de proteção das informações da empresa, evitando ataques e falhas.

2. Estabeleça uma parceria com o setor de TI

É fundamental que haja uma parceria com o setor de TI. Afinal, proteger a empresa é uma das tarefas do TI, principalmente após a LGPD entrar em vigor. É importante que haja reuniões para estudar os projetos de segurança juntos, estabelecer quais tecnologias serão utilizadas, criar diagnósticos, planos, etc. 

Com essa união, se tornará mais fácil desenvolver programas capazes de garantir a segurança das informações e obter resultados de proteção fortes e eficientes.

3. Faça contratos de confidencialidade

Uma das medidas preventivas que uma empresa deve tomar é estabelecer contratos de confidencialidade com o seus próprios colaboradores. Assim, é possível manter uma relação de ética profissional, sigilo e confiança. Com isso, a equipe fica legalmente ciente do seu papel nesse processo e também de que a quebra do contrato pode causar penalidades.

4. Realize treinamentos de medidas de segurança

Com os avanços da tecnologia e uma nova política de segurança, muitos colaboradores podem não ter conhecimentos suficientes para efetuar as novas medidas. Para que não haja confusões, é fundamental que a empresa realize treinamentos com todos os envolvidos no processo de segurança da informação para que sejam ensinados sobre como devem realizar suas rotinas de trabalho.

Além disso, eles também ficam cientes do porquê essas medidas são importantes e quais são os impactos dela em toda a organização. Alertá-los dos perigos de ataques é um fator essencial para que levem a sério as normas de segurança.

5. Utilize softwares que já atuem com a LGPD

Por fim, é extremamente importante que a organização utilize softwares ou ferramentas que estejam atuando em conformidade com a lei LGPD. A Lei Geral de Proteção de Dados entrará em vigor só em maio de 2021, mas as empresas precisam já se preparar e se planejar durante esse tempo. Além disso, esses softwares irão proporcionar maior segurança para toda a empresa e seus dados. 

E mais, a utilização de softwares de RH permite que os dados dos colaboradores estejam todos centralizados em um único lugar, facilitando o controle e proteção.

Conheça o software JobConvo

Um dos softwares de RH do mercado que já está atuando em conformidade com a lei LGPD e está 100% preparado para auxiliar no processo de segurança da informação da sua empresa é o software JobConvo. 

O JobConvo pode facilitar os processos do RH e TI na implementação das novas medidas preventivas de segurança das informações. Isso porque somos referência no mercado e já preparamos toda a nossa plataforma para se adequar às novas regras de segurança e privacidade.Através dos nossos mecanismos de segurança, é possível garantir a proteção dos dados de RH obtidos durante processos como recrutamento e seleção, admissão e desligamento.  Veja abaixo como o software JobConvo se saiu durante uma análise feita pelo portal Security Headers:

Segurança da informação

Esse portal faz uma análise dos headers dos sites (cabeçários) que precisam ter uma configuração adequada para evitar que não haja a inserção de algoritmos que podem vir de portais externos, como scripts ou semelhantes, que podem facilitar o ataque de hackers.

Esse resultado mostra que a nossa plataforma está preparada e em conformidade com a LGPD para proteger sua empresa nos processos de RH e trazer a segurança necessária para evitar golpes e vazamentos de dados.

Além disso, a JobConvo é líder em gestão de processos de RH e pode trazer muitos benefícios aos profissionais do setor e também para toda a sua empresa. Clique aqui para fazer uma demonstração GRATUITA e experimentar todos esses benefícios!