Um teste comportamental é parte importante no processo de  seleção tem um grande papel no desempenho organizacional. É necessário valorizar esse momento, pois é o quando os recrutadores formam as equipes e focam em trazer profissionais engajados e motivados a sempre ir atrás de uma ótima performance dentro de rotinas de trabalho.

Durante o processo de seleção, garantir que o profissional contratado seja realmente o certo para vaga não é algo fácil, mas quando não é bem-feita pode trazer uma série de desvantagens e até mesmo prejuízos para as empresas.

Utilizar um teste comportamental  no processo de R&S ajuda a ter uma referência mais confiável no critério de seleção, atrair os talentos que estão relacionados aos perfis que combinam com a sua organização e, por fim, , captar profissionais que se encaixam na função divulgada.

As empresas têm valorizado cada vez mais o capital humano. Por isso, a tendência é que as empresas tenham uma gestão mais voltada para pessoas. Para auxiliar a equipe de recursos humanos, há diversos softwares que viram seu braço direito. O teste comportamental é uma dessas ferramentas que vão ajudá-los.

O que é um Teste comportamental?

Um teste comportamental é uma metodologia forma por questões que analisam as habilidades, características e competências de um candidato agrupando-os em características comuns que resultam em diferentes tipos de perfis. O ideal é que o questionário seja respondido com sinceridade.

Os perfis comportamentais foram traçados após diversos estudos psicológicos visando resultados reais. Estudos estes que começaram no século XX com os pesquisadores John Watson e Edward L. Thorndike com a teoria de behaviorismo.

Para aplicar um teste comportamental há diversas ferramentas tecnológicas que geram relatórios completos explicando para os indivíduos em detalhes como é seu perfil. É necessário que a equipe de recursos humanos seja treinada e consequentemente apta a interpretar os resultados, sabendo como encaixar o tipo de perfil em diversas situações que possam vir acontecer em situações cotidianas do trabalho.

O que é Analisado em um Teste Comportamental?

O teste comportamental visa analisar pontos fortes e fracos de cada um. É necessário saber quais são as características marcantes das pessoas para saber onde pode haver melhorias comportamentais.

No teste comportamental é coletado diferentes dados sobre diversos aspectos. Como por exemplo:

  • Espírito de Liderança: Líder é aquela pessoa que possui  a capacidade de gerir uma equipe, motivando-os a sempre dar o melhor de si e alcançar seus objetivos. As empresas sempre procuram pessoas com espírito de liderança para todos os cargos, não apenas cargos altos;
  • Influência: É a Capacidade de influenciar colegas, e estabelecer conexões com os colegas;
  • Capacidade de comunicação: Essencial por poder se desdobrar em várias outras, tais como capacidade comunicação no ambiente interno  de trabalho, comunicação com clientes, capacidade de ouvir;
  • Como lida com pressão: Há perfis que preferem trabalhar com pressão enquanto há outros que trabalhar sob pressão soa como ameaçador e até mesmo desmotivador;
  • Criatividade: Se pensa “fora da caixa”, de maneira diferenciada, sempre visando inovação;
  • O que motiva: O ambiente de trabalho, benefícios oferecidos pela empresa, flexibilidade, qualidade de vida, etc;
  • Introversão/extroversão: Capacidade de relacionamento interpessoal;
  • Estabilidade: Como lida com mudanças e transformações;
  • Foco: Atenção, vontade de entregar no tempo prometido, o que precisa para focar no trabalho e o que atrapalha;
  • Capacidade Analítica e Estratégica: Atenção aos dados, detalhista e tomada de decisões baseadas na racionalidade.

Dessa maneira, é possível afirmar que um  teste comportamental auxilia o recrutador a compreender de maneira mais aprofundada como o candidato se comporta e pensa. É o tipo de informação que não é fácil de ser obtida através apenas de entrevista e dinâmicas.

Quais são os 4 perfis comportamentais?

Existem quatro tipos de perfis comportamentais que podem ser identificados através de um teste comportamental. São eles:

  • Comunicador;
  • Executor;
  • Analista;
  • Planejador.

Como cada nomenclatura sugere, cada perfil age de maneira diferente no ambiente de trabalho. 

Comunicador

O comunicador possui bastante carisma e poder de persuasão e tende a ficar entusiasmado com projetos lançados, além de ser otimista e positivo com relação aos resultados a serem alcançados.

Executor

Já o executor é o profissional que chega a um ambiente de trabalho e o domina como um todo. Gosta de ser desafiado, encontrar obstáculos e superá-los. O aspecto positivo desse perfil comportamental é a execução do trabalho a todo custo.

Analista

O analista é bastante  detalhista, meticuloso e preocupado. Esse tipo de profissional é responsável,conservador e consequentemente organizado. Sendo uma pessoa capaz de controlar rotinas e processos diários.

Planejador

E por fim, temos o planejador. Trata-se de um colaborador constante, conservador e estável. É controlado e dificilmente entra em pânico, pois tende a planejar tudo de maneira antecipada. Entretanto, possui baixa capacidade de improvisar quando necessário, e sua criatividade é limitada, pois acredita ser difícil inovar ou pensar fora da caixa

Aplicação do Teste Comportamental

Há diversos testes comportamentais disponíveis para os profissionais de RH como Disc, MBTI , Quantum, Hogan, Veca, PPA, PDA, Eneagrama e muitos outros. Avalie a metodologia de cada ferramenta e veja qual faz mais sentido para a realidade da sua empresa.

Benefícios do Teste Comportamental

Na hora do processo de seleção de um novo profissional são  diversas as vantagens de aplicar o teste comportamental para conhecer melhor seus candidatos. Confira as principais:

1. Talentos com maior aderência à cultura organizacional

Com uma análise mais aprofundada do perfil profissional e comportamental dos candidatos, é possível contratar aqueles que possuem um melhor fit cultural com a sua empresa, tratam-se de  candidatos que realmente combinam com a empresa, possuem valores e visões alinhados com o que os quais a organização acredita.

Fazer a seleção através de apenas conhecimentos, habilidades e trabalhos anteriores de novos talentos não é totalmente eficaz. Deve-se avaliar se os valores da pessoa também se encaixa com a empresa e isso pode ser facilmente avaliado em um teste comportamental.

2. Equipes de alta qualidade

É essencial que as equipes que trabalham juntas tenham compatibilidade de perfil. Quando o time é formado por pessoas que possuem perfis compatíveis, Há chances de  melhor relação no ambiente de trabalho, maior produtividade e performance. A incompatibilidade de perfis pode acarretar por problemas interpessoais, erros e desmotivação dos colaboradores.

Com equipes de alta qualidade com perfis que se encaixam com a cultura organizacional, a taxa de turnover da empresa diminui por seus colaboradores estarem satisfeitos em seu local de trabalho.

3. Promoção de funcionário eficaz

Muitos colaboradores de uma empresa são promovidos para cargos de liderança sem possuírem aptidão ou eficácia técnica para isso.

É importante traçar e promover funcionários que possuem um perfil de liderança, boa comunicação, alta performance e realmente compartilham dos mesmo valores de uma empresa. Desse modo, a empresa terá em seu quadro de funcionários pessoas em cargos altos que realmente fazem a diferença em sua equipe e na produção.

Caso a promoção não seja eficaz e é colocado uma pessoa que não possui o perfil necessário para uma função de influência e gestão de uma equipe, acaba que o indivíduo vai ser afastado ou se desligará.

4. Identificando pontos a serem melhorados 

Com a avaliação de um teste comportamental,  é possível saber quais são os pontos de melhorias de seus colaboradores que podem ser desenvolvidos através de treinamentos, para poderem crescer na empresa.

Essas avaliações permitem revelar características que nem mesmo a própria pessoa percebia que tinha.Dessa forma, sabendo quais são seus pontos fortes e fracos, colaboradores  sabem qual o caminho certo para o progresso e a maneira de ser motivado.

Os gestores da equipe já sabem os traços de personalidade do seu time e saberá melhor lidar com cada um deles. 

5. Observação de colaboradores tem grande importância 

A análise do perfil profissional no ambiente do trabalho deve ir além dos testes e entrevistas. Há várias características que não são demonstradas em entrevistas ou em um teste comportamental ou às vezes a pessoa acredita ser de uma maneira, mas na vida real tem outra postura. Por isso a avaliação do cotidiano continua sendo uma ferramenta eficaz para complementar análises feitas anteriormente.

O teste comportamental é um dos muitos tipos disponíveis para que os profissionais de RH possam analisar os colaboradores. Assim como as avaliações internas, é possível aplicar testes no recrutamento e seleção. Descubra mais sobre o assunto, clique aqui!